Vem aí!

Lista atualizada! Quem são os personagens do remake de Renascer (2024)

Trama de Bruno Luperi tem estreia prevista para o próximo dia 22

Publicado em 20/01/2024

Após o pacto com Jequitibá, José Inocêncio (Humberto Carrão/Marcos Palmeira) fica conhecido como uma figura mítica ao se tornar o fazendeiro mais bem-sucedido da região por seus êxitos como produtor de cacau. Ainda jovem, ele conquista o amor de Maria Santa (Duda Santos).

A arrebatadora paixão entre os dois gera quatro filhos: José Augusto (Renan Monteiro), José Bento (Marcello Melo Jr), José Venâncio (Rodrigo Simas) e o caçula, João Pedro (Juan Paiva), o único que não teve a oportunidade de conviver com a mãe, que morre ao dar à luz ao caçula. A fatalidade provoca a revolta em José Inocêncio, que culpa João Pedro pela morte de seu grande amor. 

A indiferença e a mágoa marcam a relação entre o patriarca e o caçula ao longo da vida. Como se não bastasse o passado, anos mais tarde, a chegada da misteriosa Mariana (Theresa Fonseca) colocará à prova todas essas emoções quando pai e filho se apaixonam pela mesma mulher. A situação faz renascer sentimentos que estavam adormecidos ou que até então eram desconhecidos para ambos. 

CONHEÇA OS PERSONAGENS DA PRIMEIRA FASE DE RENASCER

José Inocêncio (Humberto Carrão/Marcos Palmeira) – De origem desconhecida, sem posses e sozinho no mundo, chega ao sul da Bahia aos 25 anos, munido somente de coragem, um facão e um diabinho dentro de uma garrafa, que o fecha o corpo e protege das tocaias. Depois de ficar entre a vida e a morte, acaba assumindo as terras de uma viúva do cacau e ali, começa uma revolução na maneira de se plantar aquele fruto precioso. Algum tempo depois, conhece seu grande amor, Maria Santa (Duda Santos), com quem tem quatro filhos: José Augusto (Renan Monteiro), José Bento (Marcello Melo Jr), José Venâncio (Rodrigo Simas) e João Pedro (Juan Paiva), o único que não teve a oportunidade de conviver com a mãe, que morre ao lhe dar à luz. A morte da esposa, arranca a alegria do peito de José Inocêncio, que encrua para a vida, guardando especial rancor de seu filho caçula. Na segunda fase, com 60 anos, torna-se a figura mais respeitada da região por seus êxitos como produtor de cacau. O que nem ele esperava, era ver seu coração voltar a bater depois de todos esses anos, com a chegada da misteriosa Mariana (Theresa Fonseca) em sua vida.   

Maria Santa, Santinha (Duda Santos) e José Inocêncio (Humberto Carrão/Marcos Palmeira) em Renascer
Maria Santa Santinha Duda Santos e José Inocêncio Humberto CarrãoMarcos Palmeira em Renascer

Maria Santa (Duda Santos) – Filha de Venâncio (Fabio Lago) e Quitéria (Belize Pombal) e irmã mais nova de Marianinha, Santinha, como também é conhecida, vive sob as rédeas do pai e da moral conservadora do seu entorno. Quase sem sair de casa, ajuda a mãe nos trabalhos domésticos. No dia que tem autorização para acompanhar o Bumba meu boi, se apaixona perdidamente por José Inocêncio (Humberto Carrão), que se torna seu primeiro e único amor. Amor este, completamente desaprovado pelo pai. Acreditando estar grávida e vivendo em pecado, acaba sendo largada pelos pais na casa de Jacutinga (Juliana Paes), a cafetina da cidade. Lá é acolhida pela dona do bordel, que se torna sua segunda mãe e, mais tarde, parteira de seus quatro filhos: José Augusto (Renan Monteiro), José Bento (Marcello Melo Jr), José Venâncio (Rodrigo Simas) e de João Pedro (Juan Paiva). Maria Santa morre logo após dar à luz o filho caçula. 

Venâncio (Fabio Lago) – Capataz do Coronel Belarmino (Antonio Calloni), é pai de Maria Santa (Duda Santos) e marido de Quitéria (Belize Pombal). Homem bruto, é conhecido na região por ser o ‘miolo’ do boi nas festas do Bumba, uma tradição local. No passado, Venâncio expulsou de casa a filha Marianinha grávida, história que se repete anos mais tarde ao largar a outra filha, Maria Santa, na ‘casa das quengas’, quando ela acredita ter engravidado por obra de um beijo de José Inocêncio (Humberto Carrão). O ‘pai boi’ some no mundo com Quitéria. 

Quitéria (Belize Pombal) – Mulher de Venâncio (Fabio Lago) e mãe de Marianinha e Maria Santa (Duda Santos). Submissa e leal ao marido, Quitéria não questiona suas decisões, mas também não o perdoa por ter expulsado a primogênita de casa. Sente-se cúmplice daquela tragédia.   

Cândida (Maria Fernanda Cândido) – Viúva de um fazendeiro da região que morre enforcado num pé de cacau. Mulher honesta e gentil, se vê às voltas com os negócios do falecido e com a ganância de Coronéis como Belarmino (Antonio Calloni) e Firmino (Enrique Diaz), que insistem em tomar posse das terras afirmando que o marido lhe devia dinheiro. É Cândida quem acolhe o jovem José Inocêncio (Humberto Carrão) entre a vida e a morte em sua fazenda com a ajuda de Inácia (Edvana Carvalho). Depois de entregar suas terras ao forasteiro misterioso, ela decide recomeçar a vida longe dali. 

Inácia (Edvana Carvalho) nas duas fases – Guardiã e devota de José Inocêncio (Humberto Carrão/Marcos Palmeira) é uma cozinheira de mão cheia. Sensitiva, é dela as premonições que salvaram a vida das inúmeras tocaias sofridas. Mãe de Ritinha (Mell Muzzillo), a quem cria sempre nas rédeas curtas. 

Deocleciano (Adanilo /Jackson Antunes) – Braço-direito e um dos primeiros funcionários de José Inocêncio (Humberto Carrão/Marcos Palmeira). Corajoso e de boa índole, é fiel ao patrão a quem tem muita admiração e respeito. Ao lado de Jupará (Evaldo Macarrão) ajudou o ‘coronelzinho’ a construir seu império. Casado com Morena (Uiliana Lima/ Ana Cecilia Costa), é padrinho de João Pedro (Juan Paiva) a quem considera como o filho que nunca teve. Ou, melhor, o filho que teve em seus braços por um segundo e o destino levou embora. 

Morena (Uiliana Lima/ Ana Cecilia Costa) – Mulher de Deocleciano (Adanilo Reis/Jackson Antunes). Vive em harmonia com o marido e é como uma segunda mãe para João Pedro (Juan Paiva), de quem cuidou e o amamentou após a morte de Maria Santa (Duda Santos). Sempre atenta e de língua afiada, carrega consigo a dor de ter perdido seu único filho em um aborto espontâneo.   

Jupará (Evaldo Macarrão) – Mateiro conhecedor das plantas e árvores, trabalha na fazenda do jovem José Inocêncio (Humberto Carrão). Ao lado de Deocleciano (Adanilo) ajudou também no manejo que tornou próspera as roças de cacau do patrão. É um homem trabalhador e tímido, que conquistou Flor (Julia Lemos), uma das moças da casa de Jacutinga (Juliana Paes), com quem teve Zinha (Samantha Jones).   

Belarmino (Antonio Calloni) em Renascer
Belarmino Antonio Calloni em Renascer

Coronel Belarmino (Antonio Calloni) – Influente e poderoso fez fama e fortuna nos tempos áureos do cacau abusando da violência. Com o avanço da vassoura-de-bruxa nas roças de cacau, perde muito dinheiro. A chegada do jovem José Inocêncio (Humberto Carrão) desperta a inveja e ódio do Coronel, conhecido por armar tocaias para se livrar de seus desafetos. Casado com Nena (Quitéria Kelly) é avô de Mariana (Theresa Fonseca), que não chega a conviver com ele, mas é quem terá a missão de anos mais tarde se aproximar do antigo rival para vingar o avô.  

Dona Nena (Quitéria Kelly) – Mulher de Belarmino (Antonio Calloni), Nena carrega as marcas de uma vida ao lado de um homem rude e implacável. Ao ficar viúva e sem rumo, ela aceita a oferta do jovem José Inocêncio (Humberto Carrão) por suas terras e vai embora com os filhos. A sede de vingança pela derrocada de sua família, fez com que Nena criasse a neta, Mariana (Theresa Fonseca), curtida no ódio que ela sentia dos Inocêncio. Fruto das meias-verdades que ela tinha à sua disposição, Mariana cresce em Salvador e volta para a região do cacau para cobrar de José Inocêncio (Marcos Palmeira) o que lhe é de direito nessa história.   

Coronel Firmino (Enrique Diaz) – Fez fortuna atuando como intermediário da compra e venda do cacau na região e, mais tarde, como agiota. Ardiloso, não deixa transparecer suas reais pretensões. O filho, Egídio (Vladimir Brichta), assumirá os negócios depois que Firmino é morto num ajuste de contas que jamais foi esclarecido.   

Padre Santo (Chico Diaz nas duas fases) – Sábio, bondoso e erudito, o Padre é mestre na arte da diplomacia. Testemunha da trajetória de José Inocêncio (Humberto Carrão/Marcos Palmeira) e dos moradores da região, estabelece uma grande amizade com o jovem Pastor Lívio (Breno da Matta), com quem caminhará lado a lado, ajudando toda a gente da região, e lutando por melhores condições para os trabalhadores e assentados.  

Norberto (Matheus Nachtergaele nas duas fases) – Dono da única venda da vila, principal ponto de encontro da região e onde tudo acontece, acaba sendo o detentor de muitos causos e notícias, pra não dizer fofocas. Norberto é do tipo língua solta, e ainda assim, é a quem muitos recorrem quando precisam conversar, aliviar a cabeça ou ir atrás de informação. Dono de um grande coração e, na intimidade, carrega dores do amor e da saudade de dona Jacutinga (Juliana Paes), sua eterna amante, desde o dia em que ela foi embora. 

Juliete (Flavia Barros) – Ambiciosa, é uma das damas da casa de Jacutinga (Juliana Paes). Sempre tentando se colocar em vantagem em relação às demais.   

Jacutinga (Juliana Paes nas duas fases) – Dona da ‘casa das damas’, é uma mulher de grande força e sabedoria. Acolhedora, torna-se uma segunda mãe para Maria Santa (Duda Santos) quando a jovem é abandona à sua porta pelos pais. É ela quem promove o casamento de Maria Santa e José Inocêncio (Humberto Carrão) e realiza o parto dos quatro filhos do casal. Jacutinga tem um carinho especial por Norberto (Matheus Nachtergaele) até o dia que vai embora para nunca mais voltar.  

Jacutinga (Juliana Paes) e Maria Santa (Duda Santos) em Renascer
Jacutinga Juliana Paes e Maria Santa Duda Santos em Renascer

Renascer é uma novela escrita por Bruno Luperi baseada na obra de Benedito Ruy Barbosa. A direção artística é de Gustavo Fernandez, direção geral de Pedro Peregrino e direção de Alexandre Macedo, Walter Carvalho, Ricardo França e Mariana Betti. A produção é de Betina Paulon e Bruna Ferreira e a direção de gênero de José Luiz Villamarim. 

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade