Exclusivo

Jacutinga cai para trás ao descobrir quem matou Belarmino em Renascer: “Tiro na cara”

Novela de Bruno Luperi entra em sua semana decisiva na programação do plim-plim

Publicado em 25/01/2024

Em cenas que estão previstas para irem ao ar em breve em Renascer, José Inocêncio (Humberto Carrão) revelará para Jacutinga (Juliana Paes) que ele matou Belarmino (Antonio Calloni) com três tiros no coração. Vale salientar que a PROSTITUTA guardará o SEGREDO DO AMIGO A 7 CHAVES.

Veja também:

    “Soa o primeiro tiro. Belarmino sente um tranco na perna. Toma um susto imenso. Olha para os lados, perdido, quando vem um outro tiro. E ele se põe em marcha, mesmo mancando, em direção as suas roças”, descreve Bruno Luperi que PROSSEGUE com o seu TEXTO.

    “Belarmino corre tentando se proteger por entre os pés de cacau enquanto os tiros se sucedem, chegando a lhe acertar de vez em quando, para dificultar e dramatizar a sua fuga… Berra o que vier à cabeça enquanto vemos pela perspectiva do sujeito que maneja a arma, a distância entre os dois reduzir. Os tiros o acertam mais e mais até que o pobre, todo alvejado pelas costas, tomba sobre um pé de cacau. O sujeito o rodeia até o encarar nos olhos. Ao se deparar com seu algoz, ele deixa cair, quase que satisfeito, em uma réstia de voz: ‘É justo… é muito justo… é justíssimo!’. E toma o tiro de misericórdia, sem revelar quem foi o autor. Tudo sugere que tenha sido José Inocêncio. Mas será que foi?! Foi!”, conclui o dramaturgo em seu roteiro.

    Firmino (Enrique Diaz), Belarmino (Antonio Calloni) e José Inocêncio (Humberto Carrão) em Renascer
    Firmino Enrique Diaz Belarmino Antonio Calloni e José Inocêncio Humberto Carrão em Renascer

    Renascer é uma novela escrita por Bruno Luperi baseada na obra de Benedito Ruy Barbosa. A direção artística é de Gustavo Fernandez, direção geral de Pedro Peregrino e direção de Alexandre Macedo, Walter Carvalho, Ricardo França e Mariana Betti. A produção é de Betina Paulon e Bruna Ferreira e a direção de gênero de José Luiz Villamarim.

    © 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
    Site parceiro UOL
    Publicidade