Retrospectiva 2023

Veja quais programas de TV fracassaram e passaram vergonha em 2023

Diversas atrações tiveram audiência abaixo do esperado

Publicado em 05/12/2023

O ano de 2023 está chegando ao fim e já é possível listarmos quais foram os programa de TV das principais emissoras do país que tiveram uma audiência abaixo do esperado e até foram considerados um fiasco. A coluna Anddreh Ponttez listou alguns deles, confira:

Na Globo, sem dúvida o grande fiasco do ano foi o Pipoca da Ivete que toda semana passava vergonha e era humilhado pelo Domingo Legal de Celso Portiolli. Tudo indica que a atração não vai ter um nova temporada no ano que vem.

O ano de 2023 vai ficar na história como o ano que o SBT quer esquecer, justamente por causa da baixa audiência que o canal teve e se consolidou em terceiro lugar em audiência. Várias programas ou quase a grade toda do canal decepcionou em 2023, porém o Fofocalizando foi uma decepção em termos de audiência. Quando o horário da atração foi alterado o programa chegou a ficar em quarto lugar em audiência e hoje fica na terceira colocação.

A RedeTV! é outra emissora que não vai nada bem em termos de audiência, raramente um programa da casa consegue alcançar um ponto e praticamente toda a grade do canal teve baixa audiência. Em 2024 a emissora precisa reagir, se movimentar e alavancar seus números.

Na Band, algumas atrações decepcionaram em 2023. Podemos destacar o Faustão na Band, que não emplacou e saiu do ar no meio do ano. Outro programa da emissora que ainda não mostrou a que veio é o substituto do Faustão na Band, o Melhor da Noite, que dá zero repercussão nas redes sociais e na mídia em geral, embora tenha uma audiência satisfatória para os padrões da Band.

Uma das grandes apostas da Record em 2023 foi o lançamento do reality A Grande Conquista, porém a atração não emplacou e passou longe de ser um sucesso. Embora o reality ficava na maioria dos dias em segundo lugar, a diferença entre o reality e o Programa do Ratinho, que era exibido no horário era mínima.

SIGA ESTE COLUNISTA NO  INSTAGRAM

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade