Deus Salve o Rei: Cássio afirma que Afonso deve reinar no lugar de Rodolfo

Publicidade

Nos próximos capítulos de Deus Salve o Rei, Rodolfo (Johnny Massaro) vem criando uma sequência de problemas e polêmicas em Montemor, levando o reino a sua maior crise econômica da história. Os súditos começam a se revoltar e as pessoas próximas a Afonso (Romulo Estrela) começam a cobrar que ele tome uma atitude.

Veja também: Heráclito entra em acordo com madre superiora para fazer Lucrécia desistir de ser freira

Afonso está com Amália (Marina Ruy Barbosa), diante de Cássio (Caio Blat) e Olegário (Claudio Garcia) sentando numa mesa conversando. “Eu sabia que a conta desse casamento e de todas as extravagâncias de Rodolfo ia chegar. Só não pensei que fosse tão rápido.”, afirma Cássio. Amália comenta sobre achar injusto o novo imposto e que a vontade é não pagar mais nada à coroa. “Assim Rodolfo irá acabar com todo o comércio de Montemor! Não percebe que vai terminar reinando sobre nada e ninguém, as pessoas irão embora com seus negócios…”

Continua depois da publicidade

Veja também: Catarina afronta Amália durante festa de casamento

Na mesma mesa agora já tem mais meia dúzia de outros feirantes e carroceiros, alguns em pé e outros em torno da mesa, todos revoltados. “Todos nós concordamos que mais um imposto, neste momento, é algo totalmente abusivo e descabido.”, diz Afonso. Olegário concorda e diz que não há nenhuma justificativa para tal abuso. “Você falou certo: é preciso reverter as coisas. Mas é preciso reverter algo que aconteceu lá atrás.”, diz Cássio revoltado. “Eu quero dizer… que as coisas deveriam ser como um dia estavam previstas para ser. Há muitas dúvidas neste momento, mas acredito que todos aqui têm uma certeza: que o trono de Montemor não está ocupado por alguém que o mereça e o honre. Este trono deveria ser ocupado pelo homem que está sentado agora diante de mim.”, Cássio levanta-se incisivo. Todos olham para Afonso que fica tenso. O que nós precisamos é que Afonso assuma o trono de Montemor… que seja, enfim, o nosso rei.”, continua.

Publicidade
© 2021 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade