Amores Verdadeiros tem maior média geral de sua faixa desde 2017

Érika Buenfil e Eduardo Yáñez foram os protagonistas da trama

Publicado em 01/10/2021 01:13
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Amores Verdadeiros foi realmente uma escolha acertada para a grade vespertina do SBT. O folhetim encerrado ontem (quarta-feira, 29) fechou seu ciclo com uma das maiores audiências recentes dentre as produções da mexicana Televisa veiculadas pela rede da família Abravanel.

Ao longo de seus 167 capítulos – na edição original, foram 183 -, a história do romance entre a empresária Vitória Balvanera (Érika Buenfil) e seu guarda-costas, José Ângelo Aguiar (Eduardo Yáñez) marcou média geral de 7,3 pontos na Grande São Paulo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Silvio Santos não via uma média tão faixa nessa faixa de novelas há quatro anos, desde que A Gata acumulou sintonia de 8,2 pontos entre agosto de 2016 e fevereiro de 2017.

Isso significa que, nesse meio tempo, Amores Verdadeiros superou oito antecessoras. A saber: Quando me Apaixono (6,8), Betty, a Feia em Nova York (6,2), Abismo de Paixão (6,1), A Dona (7,1), Carrossel (6,3), Amanhã é Para Sempre (7,32 x 7,31), Um Caminho Para o Destino (6,9) e a exibição original de O Que a Vida me Roubou (6,7).

Estendendo esse comparativo às tramas mexicanas inéditas exibidas pelo SBT em outras faixas, a obra recém-encerrada se sobressai também a Triunfo do Amor (6,2), Que Pobres Tão Ricos (5,8), Querida Inimiga (5,8), Lágrimas de Amor (6,7) e A Que Não Podia Amar (6,8).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio