Sucesso em A Escrava Isaura, onde está Patrícia França?

Atriz surgiu para o grande público em 1992 como protagonista de minissérie na Globo

Publicado há 3 meses
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Aos 20 anos, em 1992, Patrícia França surgiu para o grande público ao protagonizar a minissérie Tereza Batista, baseada na obra de Jorge Amado, na TV Globo. Adaptada por Vicente Sesso, a obra trata da vida da jovem Tereza, que passa maus bocados em busca de momentos de felicidade e paz ao lado do pescador Jereba (Humberto Martins).

Em seguida Patrícia fez dois papéis muito lembrados até hoje, em ambos com Leonardo Vieira como seu par romântico. Foi a Maria Santa da primeira fase de Renascer (1993), de Benedito Ruy Barbosa, e a Cláudia de Sonho Meu (1993/94), de Marcílio Moraes, baseada na obra de Teixeira Filho e Carmem Lídia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após outros trabalhos como Salsa e Merengue (1996/97), de Maria Carmem Barbosa e Miguel Falabella, e A Padroeira (2001/02), de Walcyr Carrasco e Mário Teixeira, a atriz foi para a Record TV para fazer a Rosa de A Escrava Isaura (2004/05), de Tiago Santiago e Anamaria Nunes a partir do romance de Bernardo Guimarães.

A escrava invejosa, que detestava Isaura (Bianca Rinaldi) e descobria-se filha do Coronel Sebastião (Paulo Figueiredo), rendeu a Patrícia momentos bons tanto de vilania quanto de humor. Foi um divisor de águas em sua carreira. Na emissora ela ainda faria Prova de Amor (2005/06), do mesmo Tiago, e Poder Paralelo (2009/10), de Lauro César Muniz.

Sua ausência da telinha há alguns anos, especialmente com as constantes reprises de A Escrava Isaura, leva-nos a perguntar: Por Onde Anda Patrícia França? Confira abaixo, no programa do canal do Observatório da TV no YouTube, com Fábio Costa:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais