Símbolo da teledramaturgia latina, Gaby Spanic fez história com ascensão explosiva

Após 6 anos afastada das novelas, atriz promete roubar a cena como Fedora

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Gabriela Spanic converteu-se em uma das atrizes mais aclamadas da história da teledramaturgia latina. Hoje, aos 47 anos, a artista prepara retorno às telinhas em uma nova produção do canal Las Estrellas, da Televisa. Imortalizada por Paola Bracho (A Usurpadora/1998), a intérprete volta após 6 anos, em Si nos Dejan, novela que levará a assinatura de Carlos Bardasano como produtor executivo.

Fedora, sua personagem, será uma devoradora de homens e no decorrer da história se envolverá com um jovem, filho de sua melhor amiga. A personagem vive com a fobia de envelhecimento. Ela viverá dramáticos conflitos internos e posteriormente contrairá o vírus do HIV e passará a lutar contra a doença diante dos vários desafios que aparecerão em sua frente.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Si nos Dejan é uma adaptação de Mirada de Mujer, sucesso da TV Azteca em 1997, exibido no Brasil pela Record TV em 2000, sob o título de Olhar de Mulher.

Fedora não é a protagonista da trama, mas promete ser a personagem que vai roubar a cena da novela. Com um currículo invejável, Gaby reúne cerca de 20 produções tele dramatúrgicas, além de programas em que participou ao longo dos anos. Sua carreira teve uma ascensão explosiva, o que levou a uma vida de excessos e grandes polêmicas.

Dotada de carisma e movimentando uma verdadeira legião de fãs dentro e fora do México, a atriz viveu altos e baixos antes de se consagrar como símbolo das novelas latinas. E sobre isso, o programa Olhar Latino lista sua trajetória de vida e seus principais trabalhos. Aproveite e se inscreva no canal do Observatório da TV e confira esse e outros programas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio