Que diferenças existem entre novela, série, seriado e minissérie?

Confusão entre 'capítulos' e 'episódios' é comum entre espectadores e até no meio jornalístico

Publicado em 3/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

É comum vermos em comentários de espectadores de TV e streaming, e mesmo entre profissionais que cobrem essas áreas, uma confusão de nomenclatura entre capítulo e episódio para referir-se à divisão de novelas e séries. O correto é capítulo para novela e episódio para série. Fora os seriados, que também entram na jogada. Mas que diferenças existem entre os formatos de dramaturgia para que saibamos separá-los?

O termo capítulo é usado para as novelas, que elas são histórias mais longas e complexas, descendentes diretas dos folhetins de jornal e das radionovelas. Muitos personagens, ação diluída em diversas tramas para despertar e manter interesse e ter como sustentar a longa duração, acontecimentos que se desdobram por vários dos capítulos… Essas são particularidades do gênero.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além, é claro, do gancho que existe de um capítulo para o outro, levando a história adiante ao mesmo tempo em que cria expectativa. Na série, pode até haver gancho de episódio para episódio, e cada temporada – ou a série como um todo – conta uma história distinta. É recomendável que o espectador acompanhe todos os episódios, cuja trama em geral trata de um número mais reduzido de personagens.

Também existe a série em que cada episódio se fecha em si, apesar de cada temporada formar uma grande história e acompanharmos a evolução dos personagens de ano em ano.

O que diferencia as séries dos chamados seriados é que nesses últimos não é preciso necessariamente acompanhar todos os episódios para ter noção de personagens, em geral fixos – Chaves é um grande exemplo. Cada apresentação gira em torno de uma história que se resolve praticamente sem desdobramentos nos episódios posteriores. Evidentemente há formatos híbridos, que mesclam características.

Como o nome diz, minissérie é uma série curta, com história concentrada e um grande tema que é tratado e envolve os personagens. No entanto, para os brasileiros é comum identificar as minisséries como novelas mais curtas, porque os capítulos apresentam ganchos de um para o outro.

Em termos de produção, o que diferencia as minisséries das novelas além da duração mais curta é o fato de que geralmente autores e atores sabem de antemão tudo que a trama reserva, o que possibilita maior profundidade na interpretação, na contramão da novela.

Também há exceções, como algumas minisséries de Maria Adelaide Amaral e Alcides Nogueira – Um Só Coração (2004), JK (2006) -, que estrearam e foram exibidas enquanto ainda eram escritas e produzidas, num regime próximo ao das novelas. Curiosidades da TV fala sobre isso nesta semana aqui no Observatório da TV. Confira o vídeo!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio