Profissional aplicada e talentosa, Nívea Maria é referência de atriz

Atriz é a rainha das novelas das 18h da TV Globo na fase de adaptações literárias

Publicado há um mês
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ainda bem pequena, Nívea Maria já servia de modelo para o avô materno, que a dirigia em longos e cuidadosos ensaios fotográficos quando a família viaja em férias para a cidade paulista de Pirajuí. Nascida em 1947, a filha mais velha do casal Carlos e Maria de Lourdes Graieb veio ao mundo para brilhar.

E tem brilhado bastante desde os anos 1960, quando participou da série Colégio de Brotos, da TV Paulista, dirigida por Walter Forster. Pouco depois Nívea ingressaria no elenco da TV Excelsior, além de brilhar ao lado de Sérgio Cardoso em O Preço de Uma Vida, na TV Tupi.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A partir de 1972, com duas interrupções breves nos anos 1980, Nívea Maria esteve numa série de trabalhos na TV Globo, na qual se consagrou como rainha das novelas das 18h em histórias como A Moreninha e O Feijão e o Sonho, feitas numa fase em que a faixa só exibia obras baseadas na nossa literatura.

Gabriela, Dona Xepa, Maria, Maria, Anos Dourados, Brega & Chique, Meu Bem, Meu Mal, Sonho Meu, O Clone, A Casa das Sete Mulheres, América, Além do Tempo e Tempo de Amar foram alguns dos trabalhos nos quais a atriz brilhou. Confira o vídeo do Vale a Pena do Observatório da TV!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio