Primeira vilã da TV, Arlete Montenegro apanhou na rua: “Sua maldita!”

Publicado há um ano
Por Leandro Lel Lima
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com mais de 65 anos de careira, Arlete Montenegro já fez de tudo um pouco na TV, no teatro e no cinema. Sua carreira é marcada com a primeira vilã das telenovelas, Belinha, de Ambição. A trama foi exibida em 1964 pela Excelsior, e a atriz chegou até a apanhar na rua. Ao Observatório da Televisão, a veterana revelou que carregava uma energia negativa por conta da vilania.

Maldita!

“O povo acreditava que novela era de verdade. Uma mulher me pegou pelo pescoço: ‘Sua maldita’. Sou espiritualista, na época eu não era. Eu vivia gripada, caindo na rua, com espinha na cara. Tudo energia ruim”, disse a atriz que será homenageada na temporada 2019 do Persona em Foco da TV Cultura e também na série As Vilãs que Amamos do Canal Viva.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

TV

Arlete Montenegro não é parente da também atriz Fernanda Montenegro, que na vida real curiosamente se chama Arlete. Com passagens pela Record TV, Tupi, Globo e SBT se destaca por Éramos Seis, A Viagem, Cara e Coroa, Páginas da Vida, O Profeta e Marisol. No cinema fez alguns filmes da Boca do Lixo, longas produzidos entre os anos 60 a 80  com musas da época.

Por fim, como dubladora se destaca há anos por sua voz marcante. Montenegro dá voz a Miranda Priestly de O Diabo Veste Prada, clássico com Meryl Streep de 2006. Além de filmes e séries também emprestou sua voz para a mãe da protagonista da trama turca exibida pela Band, Sila a Prisioneira do Amor: “A nossa dublagem, a brasileira, é considerada a melhor do mundo”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio