“Os desafios serão diferentes”, afirma Henrique Fogaça sobre nova temporada do MasterChef Profissionais

Publicado há 2 anos
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um dos chefes de cozinha mais respeitado do cenário gastronômico no Brasil é, sem dúvidas, Henrique Fogaça. Jurado do MasterChef na Band, ele está prestes a estrear a terceira temporada da versão profissionais, terça-feira (21), às 22h30.

Veja também: Grupo Record faz lançamento do PlayPlus, app com conteúdo exclusivo, canais internacionais e acervo da Record TV

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista ao Observatório da Televisão, Henrique Fogaça garante novidades, “Os desafios serão diferentes”. No evento promovido pela Band na terça-feira (15) a imprensa se reuniu para a apresentação da nova temporada, que impressionou pela grandiosidade.

Garantindo o alto nível dos participantes, desta vez o MasterChef vai trazer um embate entre os cozinheiros. “É a primeira vez que faremos esses embates com profissionais. Vamos separá-los por habilidades: culinária italiana, regional, vegetariana, confeitaria, etc”, disse Patricio Díaz, diretor do programa.

Fogaça é piracicabano, criado em Ribeirão Preto. Começou a se interessar por gastronomia aos 22 anos

Henrique Fogaça (Divulgação)

Em quatro anos como jurado, Henrique Fogaça diz que o aprendizado que ele obtém com os competidores é sempre importante. “Aprendo bastante, aprendo em algumas provas diferentes, tipos de misturas e harmonia que o candidato faz no prato, às vezes eu falo: “Pô, nunca tinha pensado nisso”.

E continua: “É o que eu sempre falo: “A gente aprende, aprende e morre burro!”. Tem muita coisa para se aprender até mesmo com os amadores. De uma certa forma, em alguma situação, a gente acaba aprendendo sim, seja com profissionais ou amadores.”

Para se ter uma ideia, essa temporada terá a maior prova da história do MasterChef. Serão 350 pessoas no Jogo das Estrelas da NBB. Um outro grande desafio inusitado colocará os competidores para cozinhar no meio da natureza, sem nenhum equipamento. Eles terão que produzir o próprio fogo, usando apenas ingredientes locais.

Em 2011 seu prato com carne de porco foi eleito o melhor prato com carne de porco da cidade pelo caderno Paladar do jornal O Estado de S. Paulo.

Uma das competições dividirá os candidatos por tipo de culinária. Haverá até desafios de gastronomia vegetariana. Sobre isso Fogaça diz: “As pessoas hoje em dia se preocupam mais com a qualidade de vida. A culinária vegetariana e vegana está em alta e é muito importante a gente ter uma reeducação alimentar para poder passar para os nossos filhos e pessoas que agente gosta. As pessoas estão cada vez mais buscando isso, não faz parte da minha gastronomia, mas eu também sei transitar pelo vegetariano também”, afirma.

Chamada:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio