“Fiquei realmente triste com a notícia” afirma Juju Salimeni sobre o fim do Pânico na Band

Publicado há 3 anos
Por Fernando Berenguel
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta quinta-feira (dia 26), a musa fitness e assistente de palco Juju Salimeni lançou em São Paulo, o seu segundo ensaio para a revista Playboy.

O evento contou com a presença de famosos como Luize Altenhofen (ex-garota Skol), Letícia Rocha (capa da Playboy de julho), Serginho do BBB 10 e abrindo espaço para um momento de maior diversidade da revista, o evento também contou com a modelo, Ariana Martins que é deficiente auditiva.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As fotos que marcam a edição de primavera da Playboy brasileira também são um marco importante na carreira de Juju Salimeni: há sete anos ela estampava o seu primeiro ensaio nu na revista.

“Eu nem imaginava que faria novamente, mas acho que é um bom momento, é um novo momento da revista e pra mim também onde eu estou muito mais mulher”.

Veja também: “Dentro de quatro paredes as pessoas têm que fazer aquilo que gostam”, avalia Juju Salimeni

Juju também atribuiu seu sucesso a sua disciplina com o corpo afirmando que treina há quinze anos e comentou esta nova onda na internet com musas fitness e saradões dando dicas de como treinar e como tomar suplementos.

“Me sinto totalmente à vontade pra falar de treino mas a gente não pode achar que sabemos o que é bom pra outra pessoa. Eu sei o que é bom pra mim. Pro meu peso, pro meu corpo. Toda vez que eu posto algo sobre treino ou dieta, eu sempre falo dos profissionais. Da pessoa que está me treinando, do meu médico. Acho muito boa esta movimentação das pessoas cobrarem profissionais com registro e com formação porque senão acaba ficando perigoso”.

Em entrevista ao Observatório da Televisão, a assistente de palco também comentou a recente notícia que anuncia a decisão da Bandeirantes em encerrar o programa Pânico na Band.

“Fiquei realmente bem triste com a notícia. O Pânico foi um marco na TV, teve sua fase no auge e graças a Deus eu fiz parte desta fase. Acho que talvez o programa tenha perdido profissionais muito bons. Eu acho que quando você tem pessoas boas, quando você tem um time que tá ganhando não se mexe. É um programa que o público brasileiro sempre amou. Acho que se acontecer uma reformulação, se for para outra emissora, eles têm tudo para dar certo”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio