“Enquanto houver Praça, meu pai existirá”, afirma Carlos Alberto de Nóbrega nos 30 anos do A Praça é Nossa

Publicado em 13/06/2017

O apresentador Carlos Alberto de Nóbrega recebeu na última sexta-feira (09) a imprensa para falar e comemorar os 30 anos do A Praça é Nossa. Durante a coletiva, Carlos Alberto relembrou o início do humorístico, os momentos marcantes do programa e nomes inesquecíveis que já sentaram no “velho e querido banco”.

Emocionado ao falar sobre o programa, o apresentador citou o pai: “Enquanto houver Praça, meu pai existirá”, lembrando à memória de Manuel de Nóbrega, criador e apresentador da Praça da Alegria na extinta TV Paulista. “Ele é o dono da Praça. Isso aqui, é dele”, finalizou.

Veja também: 10 personagens inesquecíveis de A Praça é Nossa, que completa 30 anos no ar

Nóbrega fez questão de resumir sua vinda para o SBT, depois de muitos anos como roteirista do programa Os Trapalhões na TV Globo, e confessou que: “recebi a maior declaração de amor, respeito e carinho” vinda de Silvio Santos quando estreou na emissora. “Não consigo vê-lo como patrão, nós temos uma amizade”, disse.

Carlos Alberto falou do filho e diretor do A Praça é Nossa, Marcelo de Nóbrega que é o grande responsável pelo time de humoristas descobertos muitas vezes em viagens com o elenco para shows, Nóbrega ainda afirmou que não pensa em aposentadoria.

O apresentador, disse que fica feliz por todos os artistas que passaram por seu banco na Praça e depois conseguiram oportunidades em outras emissoras, e aproveitou para dizer da alegria em ter a quarta geração de sua família no programa, referindo-se a sua neta Dalila de Nóbrega.