“É uma loucura, são pessoas que nunca se viram”, define Marcos Mion sobre A Casa

Publicado há 4 anos
Por Redação
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Marcos Mion atendeu a imprensa na última semana para anunciar a sua novidade na Record TV, o novo reality de confinamento A Casa, da qual a emissora faz questão de deixar bem claro logo nas primeiras chamadas ser o “reality dos realities”.

Mion afirma que os participantes não são necessariamente aspirantes a fama, “(…) tem pessoas de todas as idades, raças, credos, e são perfis bem diferentes (…) tem muita gente que está lá por causas nobres relacionadas a vida pessoal delas, é um dinheiro que muda a vida de qualquer pessoa.”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia: Ex-participante de reality do SBT é selecionado para A Casa

Muito simpático com a imprensa, Mion não esconde a vontade em poder contar tudo o que está rolando na casa, as gravações seguem em ritmo acelerado e o jogo já está quase na metade.

O jogo consiste em 100 pessoas conviverem numa casa adequada para apenas 4 pessoas. A versão brasileira de “Get the F*ck Out of My House”, tem situações completamente inesperadas, a cada semana A Casa terá um novo dono, e esse dono é o único que pode mexer no dinheiro disponível, no caso, 1 milhão de reais que será usado da forma que ele desejar para fazer compras, o dono da semana também será responsável pela expulsão de moradores. Não existe um número regrado para a expulsão, pode sair uma pessoa, ou vinte de uma vez só.

O programa é cheio de pressão, a cada semana o jogo vira, e Mion vai interagir diretamente com os participantes entrando na Casa, e ressalta“(…) é uma loucura, são pessoas que nunca se viram (…), a casa só tem uma varanda, não tem piscina, são 120 metros quadrados (…)”

A Casa tem estreia marcada para esta terça-feira, dia 27, às 22h30, e promete ser o reality show mais polêmico já produzido.

Por Cadu Safner

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio