De A Outra a Marimar: as novelas mexicanas quase produzidas no Brasil

Motivos inusitados fizeram remakes de obras de sucesso ficarem pelo caminho

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Desde que o SBT iniciou a produção de remakes de textos estrangeiros, lá na década de 90 com Antônio Alves Taxista (1996), Chiquititas (1997-2001) e Pérola Negra (1998), várias outras obras ganharam versão por aqui, todas elas, em sua grande maioria, textos mexicanos importados da Televisa, que no início dos anos 2000 tornou-se parceira fixa da emissora de Silvio Santos nessas adaptações.

No entanto, algumas obras até chegaram a ter sua pré-produção iniciada, mas por algum motivo inusitado, acabaram interrompidas no meio do caminho. E este é o tema do Olhar Latino deste domingo (14), que lista algumas novelas que tiveram elenco montado, texto traduzido e adaptado, horário de exibição acertada e todos os detalhes definidos, mas que não rolou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Entre elas está A Outra, uma novela originalmente escrita por Liliana Abud e produzida em 2002 pela Televisa. A trama foi ao ar no horário das 8 da noite no Las Estrellas e teve Yadhira Carrillo e Juan Soler como protagonistas e Jacqueline Andere como a grande vilã.

Na versão brasileira, Mel Lisboa e Cláudio Heinrich formariam o casal principal, enquanto Françoise Forton seria a vilã Bernarda. Vários atores fizeram casting para este trabalho, mas o alto custo desta produção, que incluía a confecção de um orquidário, indignou Silvio Santos.

Na ocasião, o ‘patrão’ ordenou a interrupção desta novela para produzir outra bem mais barata, que conhecemos como Seus Olhos (2005). Saiba mais detalhes desta e outras novelas que quase ganharam versão brasileira!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio