BBB20 tem fôlego para fisgar o público? Descubra a opinião de especialistas e pessoas nas ruas

Publicado há 9 meses
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A TV Globo levou ao ar na noite desta terça-feira (20) a estreia do BBB, atração comandada por Tiago Leifert, que neste ano comemora a vigésima edição. As novidades apresentadas a conta gotas durantes as últimas semanas geraram assuntos dos mais diversos na mídia e entre a população. A composição de anônimos e influenciadores no elenco esteve entre as maiores críticas. Pensando nisso, a equipe do Observatório da TV foi até às ruas descobrir das pessoas, as expectativas com a nova temporada. No campo jornalístico, conversamos com Márcia Piovesan, Redatora-Chefe da revista Tititi, e com Fefito, apresentador e jornalista da TV Gazeta.

Nas ruas encontramos com a publicitária e paulistana Stephany, de 21 anos. A jovem diz que não acompanhará fielmente o reality show, assim como fazia antigamente, porém, sempre que puder a espiadinha estará garantida. “É um programa que querendo ou não movimenta o Brasil, tem muita criação de meme. Muita gente acaba se divertindo no final!“, disse a entrevistada. Para o Coordenador Bilíngue, Sabuá Durvina, de 28 anos, o BBB deixou de ser um experimento social interessante. “Isso ficou no passado, quando tudo começou na Europa. Tinha um resultado mais interessante. Hoje em dia é só a fama e dez mil likes no Instagram“, rechaça ele.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Márcia Piovesan confessa sempre ter sido telespectadora do programa, mas sente o desgaste do formato. “Mas isso é natural. São 19 anos fazendo o programa. Mas a TV Globo é mestre em se reinventar“, conclui a jornalista. Para Fefito, o BBB ainda tem fôlego para fisgar o público, porém, o formato do jeito que está, talvez tenha vida limitada. “Eu acho que os realities estão cada vez mais reféns de torcidas organizadas. Organizadas em sua maioria por adolescentes. Eu não tenho nenhum problema com os adolescentes, mas eles tem mais tempo livre para assistir o programa. É preciso criar um sistema mais justo de votação“, analisa o apresentador.

Tiago Leifert

Quando ele entrou eu não gostei muito e achei que ele não iria segurar. Ele tem um estilo que hoje eu gosto, mas que no começo eu estranhei. Encarar um desafio de substituir Pedro Bial, não é qualquer um que assume. Foi muito sério para ele. Hoje ele tira de letra, está ótimo e não consigo ver outro apresentador ali. O BBB foi uma escola para ele. Segurar 18 participantes no laço, é muito difícil.” – Márcia Piovesan.

Eu acho que o Tiago Leifert é um grande acerto como apresentador e se sai tão bem quanto Pedro Bial ou até melhor que o Bial nas primeiras edições. Pedro Bial demorou para encontrar a forma certa de se fazer o BBB. Mas o Tiago é alguém que se envolve muito e às vezes ‘escorrega na banana’. Eu nunca me esqueço o que ele disse para Nayara de Deus, que representatividade não importa. Na edição seguinte o BBB trouxe representatividade. Não importava para ele, mas vai continuar importando.” – Fefito

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais