Jornalista explica como Globo se articulou para derrotar o Aqui Agora, do SBT; assista!

Publicidade

Há 67 anos, entrava no ar a primeira estação de televisão da América do Sul. A TV Tupi, de São Paulo, foi inaugurada e fez história. Nestas quase sete décadas, a televisão deixou de ser o desconhecido para se tornar o principal meio de informação e entretenimento.

O Brasil está entre os 10 países que mais assistem à televisão diariamente no mundo, segundo uma pesquisa do International Communications Market. Com tanta gente assistindo à TV, a influência do veículo sobre a população exige responsabilidade.

Para entender um pouco sobre a importância da televisão, o Observatório da Televisão conversou com o jornalista e diretor de TV, Gabriel Priolli. Com experiência na TV pública e na TV privada, ele explicou a importância de cada segmento.

Continua depois da publicidade

Veja: No dia em que a estreia da Tupi completa 67 anos, descubra como a telenovela chegou ao Brasil

Priolli fala em incompreensão do modelo público no país, que não vem obtendo sucesso em estabelecer uma rede que possa cumprir seu papel social. Ele ressalta que a televisão estatal deve suprir a demanda que a comercial não supre.

Ainda durante a entrevista, Priolli fala do processo de profissionalização da televisão no país e o surgimento de fenômenos no jornalismo, como o extinto programa Aqui Agora, do SBT.

O jornalístico comprometeu a audiência do São Paulo Já, da Globo, quando Priolli trabalhava no jornal. A emissora se mexeu para não se sentir incomodada e decidiu jogar o mesmo jogo. Descubra como assistindo à entrevista completa no áudio.

Publicidade
© 2021 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade