Sucesso na Gringa

Peça sobre Freud e Hilda Doolittle chega ao Rio após sessões na casa do psicanalista em Londres

Obra sobre as consultas de terapia da escritora chega ao Rio no segundo semestre após apresentações bilíngues

Publicado em 20/05/2024

Apresentado no início de maio no Freud Museum, em Londres, o espetáculo Hilda e Freud flagra um momento de intimidade entre o pai da psicanálise Sigmund Freud (1856-1939) e a poetisa e romancista norte americana Hilda Doolittle (1886-1961), durante suas sessões de análise, em que mergulhou em questões internas que ajudaram em sua criação literária.

Com texto assinado por Antônio Quinet, também diretor e intérprete de Freud, a montagem cumpriu curta temporada na casa em que o psicanalista se exilou, em Londres, durante as ocupações nazistas ao redor da Europa e transformado, após sua morte, em um museu que preserva seu acervo, além da sala onde realizava os atendimentos, usada pelos atores para ambientação do espetáculo.

Encenada em português e em inglês, Hilda e Freud é espetáculo que flagra as sucessivas sessões de Doolittle, interpretada por Juliana Teixeira, e seus embates contra seus fantasmas internos e os métodos do terapeuta. A experiência a levou a escrever, em 1958, Tributo a Freud, onde narra o dia a dia e os segredos revelados em suas consultas.

A dupla construiu uma amizade que percorreu boa parte da vida e da obra da escritora. Hilda e Freud ganhará sessões no Brasil a partir do segundo semestre, quando realizará apresentações no Rio de Janeiro, ainda sem data ou local confirmados.