Atriz e produtor acusam Cooperativa Paulista de Teatro de inviabilizar temporada de peça no Rio

OUTRO LADO: Instituição diz avaliar ocorrido internamente para poder se pronunciar

Publicado em 23/02/2024

A atriz e diretora Lavínia Pannunzio e o produtor Edinho Rodrigues anunciaram o cancelamento da temporada carioca do espetáculo Dias Felizes, de Samuel Beckett (1906-1989), programada para o primeiro semestre deste ano na Caixa Cultural, no Centro do Rio de Janeiro. O motivo teria sido a falta de envio de documentação da proponente, a Cooperativa Paulista de Teatro.

De acordo com atriz e produtor, a documentação pedida pelo edital do banco Caixa Econômica Federal foi enviada à cooperativa, que precisaria apenas dispor de uma assinatura para que fosse reconhecida em cartório e enviada à Caixa. Rodrigues alega que os documentos foram enviados à cooperativa preenchidos e com antecedência. 

O prazo para o envio ao banco se encerrou na segunda-feira, 19, mas a instituição aceitou prorrogar o prazo até o dia seguinte, mas, mesmo assim, não houve um posicionamento da cooperativa.

Tanto Pannunzio quanto Rodrigues viram na ação um ato de desrespeito uma vez que mesmo após a Caixa enviar um e-mail anunciando o cancelamento da contratação, a cooperativa não se manifestou. A tentativa de contato com o banco se deu apenas quando um dos atores do elenco se manifestou buscando explicações.

Um e-mail teria sido enviado para a Caixa na quinta-feira, 21, questionando a possibilidade de enviar os documentos fora do prazo, mas não houve resposta. A Cooperativa Paulista de Teatro é um órgão responsável por agregar mais de 600 coletivos e dois mil artistas independentes do Estado de São Paulo.

Procurado pela reportagem, o presidente da Cooperativa, Thiago Reis de Azevedo Vasconcelos, informou que o caso será avaliado internamente.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade