Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
MERCADO

Warner renova com executivo da HBO/HBO Max que humilhou a Netflix no Emmy

Casey Bloys assinou contrato para mais cinco anos exercendo importante cargo dentro do conglomerado

Publicado em 18/07/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

O executivo Casey Bloys, chefe de conteúdo do canal HBO e do streaming HBO Max, ambos de propriedade da Warner Bros. Discovery, renovou contrato com o conglomerado. Ele assinou um vínculo pelos próximos cinco anos no mesmo cargo, cuja responsabilidade é gerenciar as produções das duas plataformas. Combinadas, elas conseguiram 140 indicações ao Emmy deste ano, 35 a mais do que a Netflix, a segunda colocada.

Parte do plano de reestruturação da nova Warner, comandada pelo CEO (diretor-executivo) David Zaslav, a renovação com Casey Bloys era prioridade. Desde 2004 dentro da HBO, ele conseguiu tocar o barco da HBO Max simultaneamente, levando projetos caprichados para lá sem descaracterizar a HBO. Esse balanço foi fundamental ao sucesso no Emmy, deixando cada vitrine com uma cara original e bem particular.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

HBO e HBO Max estão com 24 programas concorrendo ao Emmy de 2022. Tem aqueles com a cara da HBO, como Succession e A Idade Dourada, e outros que se encaixam melhor no streaming, tipo Hacks e Estação Onze.

A ideia é manter esse trabalho e evoluir, evidentemente, procurando sempre estar à frente ou no mesmo nível da acirrada concorrência, sendo a Netflix a principal rival. Zaslav tem provas concretas para crer em Bloys e tê-lo na administração da HBO e HBO Max, continuando nesse alto nível de excelência. Com toda a razão, o CEO o tratou com prioridade.

Enquanto isso, Zaslav não cessa em enxugar gastos em tudo que é empresa sob o guarda-chuva da Warner Bros. Discovery, chegando ao ponto de cessar produções da HBO Max ao redor do mundo, incluindo Europa e Brasil, fora cancelar várias séries em território americano.

David Zaslav prometeu cortar US$ 3 bilhões (R$ 16,11 bilhões) em investimentos nos próximos três anos. Ele herdou uma dívida de US$ 55 bilhões (R$ 295 bilhões) “brinde” ganho após a junção da Warner com a Discovery, duas gigantes de Hollywood. ⬩

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....