Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
PRÉVIA

De favoritas a zebras: saiba como as séries chegam na disputa do Globo de Ouro

Premiação enfrenta boicotes e será realizada neste domingo (9)

Publicado em 09/01/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

O Globo de Ouro mais cringe (constrangedor) de todos os tempos será realizado neste domingo (9), passando por cima de boicotes de celebridades e da imprensa americana. Apesar de toda a polêmica ao redor da premiação, os troféus para os melhores da TV de 2021 serão entregues, segundo avaliação dos integrantes da HFPA, a Associação dos Correspondentes Estrangeiros de Hollywood.

Após mudanças no corpo de jurados, mirando a inclusão racial e diversidade, os indicados para a 79ª edição do Globo de Ouro não apresentaram uma mudança radical em comparação às tendências do passado. A expectativa gira em torno se o “mais do mesmo” será repetido nos anúncios dos vencedores. 

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Confira abaixo uma análise das três principais categorias da noite entre as atrações da TV:

Jeremy Strong na 3ª temporada de Succession (Divulgação/HBO)

Melhor série dramática

Indicados
Lupin (Netflix)
The Morning Show (Apple TV+)
Pose (Star+)
Round 6 (Netflix)
Succession (HBO)

É interessante a inclusão de duas atrações de língua não inglesa nessa categoria: a francesa Lupin e a sul-coreana Round 6. Fica o registro do reflexo de como o consumo de entretenimento está cada vez mais global. Em uma premiação feita por jornalistas das mais diversas nacionalidades, reconhecer obras fora do eixo Estados Unidos e Inglaterra é digno de nota. Ambas entram na disputa na pele de zebras, entretanto.

Registra-se: em 78 anos de existência, o Globo de Ouro nunca tinha indicado qualquer produção de língua não inglesa.

The Morning Show está na zona intermediária. O Globo de Ouro foi a primeira premiação a indicar o drama da Apple protagonizado por Jennifer Aniston e Reese Witherspoon, pela temporada de estreia. Mas isso ocorreu em 2020. A segunda leva foi abaixo do esperado, bem irregular e é válido questionar se deveria sequer ter sido indicada.

Succession, com uma excelente terceira temporada, é a favorita disparada. O troféu dourado entregue a ela não seria discutível. Agora, uma surpresa verdadeiramente boa seria a vitória de Pose, seja pela ótima temporada final ou pelo conjunto da obra. O Globo de Ouro daria um sinal de progresso efetivo caso opte pela não obviedade.

Brett Goldstein em Ted Lasso, comédia vencedora do Emmy (Divulgação/Apple TV+)

Melhor série de comédia

Indicados
The Great (Starzplay)
Hacks (HBO)
Only Murders in the Building (Star+)
Reservation Dogs (Star+)
Ted Lasso (Apple TV+)

Atual detentora do Emmy de melhor comédia, Ted Lasso vem embalada neste Globo de Ouro. Porém, é importante fazer uma ressalva: no Oscar da TV, a série concorreu pela temporada de estreia; no Globo de Ouro, a série disputa com o segundo ano, aquém do primeiro.

De todas as cinco indicadas, The Great é a mais forte e que, pela evolução da primeira para a segunda temporada, mostra-se merecedora do troféu. O drama de época tem os protagonistas (Elle Fanning e Nicholas Hoult) na briga nas categorias de atuação, dupla coesa e totalmente dominante na comédia.

O Globo de Ouro tem um histórico de premiar séries novatas. Only Murders in the Building seria a atração ideal para dar continuidade a essa tradição, rotulada como uma das melhores comédias de 2021. As boas Hacks e Reservation Dogs correm por fora.

A atriz Margaret Qualley na minissérie Maid (Divulgação/Netflix)

Melhor minissérie ou telefilme

Indicados
Dopesick (Star+)
American Crime Story: Impeachment (inédita no Brasil)
Mare of Easttown (HBO)
The Underground Railroad (Prime Video)
Maid (Netflix)

Derrotada pelo O Gambito da Rainha no Emmy, Mare of Easttown tem o caminho livre no Globo de Ouro, sem a produção da Netflix no meio do caminho. Por ser uma categoria bem acirrada, o favoritismo da narrativa estrelada por Kate Winslet não é tão amplo (como é o caso de Succession, entre os dramas).

Duas séries ameaçam de perto a série da HBO. The Underground Railroad ganhou muito apreço da mídia, com todo o mérito, e apresentou um trabalho digno de ser vencedora. 

Maid é outra atração impactante, sucesso no mundo todo ao mostrar uma história real incomum de ser vista em Hollywood: as agruras de uma mulher pobre, mãe, trabalhadora e vítima de violência doméstica.

American Crime Story: Impeachment e Dopesick, embora excelentes na encenação de acontecimentos verídicos, são zebras.

Clique aqui e confira todos os indicados ao Globo de Ouro de 2022


Siga o Observatório de Séries nas redes sociais:

Facebook: ObservatorioSeries

Twitter: @obsdeseries

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....