Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
ESCÂNDALO

Agência de talentos demite Chris Noth; outra mulher acusa o ator de assédio

Saiba tudo sobre o caso, de investigação policial a contratação de advogados

Publicado em 18/12/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Após ser alvo de uma nova acusação de assédio sexual, Chris Noth foi demitido da agência de talentos que o representava. Na noite da última sexta-feira (17), a A3 Artists Agency anunciou que não trabalha mais com o intérprete de Mr. Big da franquia Sex and the City. O ator era um cliente recente da A3, tendo assinado um contrato há três meses.

“Chris Noth não é mais um cliente nosso”, disse um porta-voz da A3 Artists Agency, ao site Deadline. Sem entrar em maiores detalhes, a agência tomou essa decisão depois de o número de mulheres que acusam o ator de estupro e assédio sexual chegar a três.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Acusações e defesa

As primeiras denúncias foram divulgadas na quinta-feira (16), pelo site The Hollywood Reporter. Uma reportagem detalhada apresentou depoimentos de duas mulheres, confirmados por testemunhas, acusando Chris Noth de estupro. Um caso ocorreu em 2004 e o outro, em 2015. As situações foram similares: o ator forçou o ato sexual sem consentimento com as jovens.

Na sexta, o site The Daily Beast publicou uma denúncia de outra mulher. Nesse caso, o assédio sexual ocorreu em 2010 quando ela trabalhava em um restaurante frequentado por Noth. A moça alegou que ele a agarrava, puxando-lhe para sentar no colo, “me pressionando para sentir a ereção”, contou.

Especificamente sobre essa última queixa, um representante de Chris Noth respondeu à revista People: “A história é uma fabricação completa. As alegações detalhados parecem uma peça de ficção ruim. Como Chris já afirmou, ele nunca cruzou, e jamais cruzaria, essa linha [do assédio sexual].”

Paralelo a isso, encorajado pelo depoimento dessas mulheres, a atriz Zoe Lister-Jones fez um desabafo no Instagram e chamou Chris Noth de “predador sexual”, além de denunciar um assédio ocorrido com uma amiga. Ela também recordou que, quando atuaram juntos em um episódio de Law & Order: Criminal Intent (2001-2011), Noth apareceu no set de gravação bêbado e fez comentários inconvenientes.

Como defesa, o ator contratou o escritório de advocacia Lavely & Singer, um dos mais procurados em Hollywood por celebridades envolvidas em escândalos. A firma tem a notoriedade de advogar a favor de pessoas, nunca defendendo estúdios ou corporações.

Não há nenhuma investigação policial em andamento, ao menos por enquanto. A situação legal só mudará se alguma defensoria pública abraçar esses casos, precisando coletar provas, ou algumas das vítimas procurarem a polícia formalmente e registrar um boletim de ocorrência.

Chris Noth continua integrante do elenco da série The Equalizer (Globoplay), protagonizada por Queen Latifah. Produtoras do drama policial, os estúdios da CBS e da Universal ainda não se pronunciaram sobre o caso.


Siga o Observatório de Séries nas redes sociais:

Facebook: ObservatorioSeries

Twitter: @obsdeseries

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....