Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
DISCUSSÃO POLÊMICA

Atriz hétero, Julianna Margulies defende papel de lésbica em The Morning Show

'Eu sou uma atriz e devo incorporar outra personagem, não importa qual seja a sexualidade dela', falou

Publicado em 26/10/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

A atriz Julianna Margulies estampa atualmente a discussão delicada sempre presente no mundo do entretenimento: pessoa heterossexual pode encarnar uma personagem homossexual?. A três vezes vencedora do Emmy interpreta uma lésbica no drama The Morning Show (Apple TV+). Em entrevista na rede CBS, ela comentou sobre o papel.

Eu sou uma atriz e devo incorporar outra personagem, não importa qual seja a sexualidade dela”, disse durante participação no programa CBS Mornings, na última segunda-feira (25). Em The Morning Show, a hétero Julianna Margulies vive a jornalista Laura Peterson, que engata um romance com a apresentadora Bradley Jackson, personagem de Reese Witherspoon.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Ela expandiu um pouco mais a resposta, dissertando um ponto de vista sobre a argumentação de que atores LGBTQIA+ são os que devem interpretar personagens dessa comunidade:

Eu 100% entendo que não posso interpretar uma raça diferente, mas sou uma atriz. Você está me dizendo que, por eu ser uma mãe, eu nunca poderei interpretar uma mulher que nunca teve um filho? Ou, se você nunca foi casada não pode interpretar uma mulher casada? É preciso ter cuidado ao definir os limites [desse debate]. Somos atores e devemos incorporar uma personagem independentemente da sexualidade. Quando se trata de raça e gênero, a história é totalmente diferente e eu concordo 100% com isso. Essa é minha posição.

Laura Peterson (Julianna) é considerada um ícone LGBTQIA+ no mundo fictício de The Morning Show. Ainda jovem na carreira, foi exposto publicamente que a jornalista era lésbica sem antes dela assumir isso para pessoas próximas. O vazamento a fez lutar pela causa e ser um emblema do orgulho gay. 

O envolvimento com Bradley (Reese) se inicia como uma relação de trabalho, da profissional veterana mentora da novata. As duas passam a ter um envolvimento pessoal e romântico. O detalhe é que Bradley se comporta publicamente como hétero. Laura a ajuda a lidar com o turbilhão de dúvidas de assumir a homo ou bissexualidade perante todos, a começar pela família tradicional, de visão conservadora.


Siga o Observatório de Séries nas redes sociais:

Facebook: ObservatorioSeries

Twitter: @obsdeseries

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....