Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
SAIBA QUAL

Repórter aponta a maior mentira do trabalho jornalístico de Inventando Anna

Diretora do The New York Times mostra qual a imprecisão do jornalismo mostrado na atração da Netflix

Publicado em 20/02/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Programa mais visto na Netflix brasileira, Inventando Anna apresenta minucioso trabalho jornalístico, baseado em uma história real, que desvenda a verdadeira identidade da golpista Anna Sorokin/Delvey (Julia Garner). Entre verdades e ficções na construção da reportagem mostrada na minissérie, uma jornalista experiente do The New York Times aponta a maior mentira.

Esther Haynes, ex-repórter investigativa e atual diretora editorial no famoso jornal nova-iorquino, jogou a real em entrevista ao site Tudum, plataforma de apoio da Netflix. E ela sabe muito bem o que está falando, pois tem no currículo uma reportagem bem similar a feita por Jessica Pressler, chamada de Vivian Kent na atração e interpretada por Anna Chlumsky.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

A jornalista destacou a fábula do trio de jornalistas experientes da fictícia revista Manhattan que servem de ajudantes de Vivian. Eles parecem não fazer nada na redação, estando ali apenas para servir a colega.

“Não é aquilo uma baita mentira?”, perguntou Esther. “Tipo, eles [trio de jornalistas] ficam sentados sem fazer nada e quando Vivian chega todos se voltam a ela, palpitando e ajudando. Se eles fossem jornalistas de verdade, cada um estaria trabalhando em uma história de autoria própria.”

Esther não parou por aí: “Do jeito que Vivian os descrevem, como jornalistas premiados e coisas do tipo, eles não estariam ali apenas sentados nas estações de trabalho.”

Em Inventando Anna, Vivian é a verdadeira protagonista da história, pois ela é quem revela tudo sobre a falsária. Esse mergulho jornalístico para saber o que de fato aconteceu fica como ponto positivo da trama, na visão de Esther.

“Como repórter, você sempre deseja encontrar histórias não contadas antes e fazer com que as pessoas entendam cada detalhe dos fatos”, comentou.


Siga o Observatório de Séries nas redes sociais:

Facebook: ObservatorioSeries

Twitter: @obsdeseries

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....