Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
DICIONÁRIO

Young Sheldon revela origem de palavra curinga usada em Big Bang Theory

Filhote da comédia nerd desvendou mais um mistério da série mãe

Publicado em 12/11/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Com aquele jeito quadrado de sempre, o nerd Sheldon Cooper (Jim Parsons) se referia ao sexo na série The Big Bang Theory usando uma palavra curinga: coito. O eufemismo não era por acaso. A série filhote Young Sheldon (HBO Max), em episódio exibido na última quinta-feira (11), nos Estados Unidos, explicou como esse termo atenuante surgiu no vocabulário do sabichão.

[Atenção: spoilers a seguir]
No sexto capítulo da quinta temporada de Young Sheldon, intitulado de Money Laundering and a Cascade of Hormones (Lavagem de Dinheiro e uma Cascata de Hormônios, em tradução direta), o tema sexo tomou boa parte da história. 

Tudo começou em uma aula bíblica na escola dominical. Missy (Raegan Revord), gêmea de Sheldon (Iain Armitage), disparou um monte de perguntas sobre relações amorosas e intimidades ao pastor Rob (Dan Byrd). O religioso notou a enorme quantidade de dúvidas e propôs que a igreja falasse de sexo para as crianças.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Como se fosse uma palavra a ser evitada e assunto proibido, o sexo norteou várias frentes no episódio. Dentro de casa, a mãe de Missy e Sheldon, a cristã fervorosa Mary (Zoe Perry), ficou preocupada com as questões que a filha fez ao pastor, mais por a menina não ter a procurado. A matriarca resolveu chamar os gêmeos, de 11 anos, para aquela conversa embaraçosa sobre sexo.

Missy reagiu mal ao papo (Sheldon culpou os hormônios), a garota ficou irritada e, pior, não teve as dúvidas sanadas. Já o nerdzinho tirou de letra, pois sabia tudo sobre reprodução humana, conhecimento obtido pelos livros, claro.

Porém, Sheldon percebeu o quanto a palavra sexo causava desconforto nas pessoas (lembrando, a série é ambientada nos anos 1990). Os adultos, ao conversarem sobre o tema com as crianças, tentavam suavizar o clima pesado, muitas vezes não falando a palavra sexo com todas as letras, a substituindo por termos como “aquilo” ou outras expressões mais bregas.

Sheldon teve uma ideia. “Em nossa sociedade, qualquer discussão sobre a reprodução humana parece ser tão perturbadora que causa o caos”, falou o nerd adulto, na voz de Jim Parsons. “Até a palavra sexo provoca uma reação incômoda“. Ele explicou que era adepto do fornicar em lugar de sexo, “mas me parecia muito judicial [aos outros].”

Daí, ele pegou um dicionário com o objetivo de encontrar uma palavra “tão insossa e sem emoção que seria impossível ofender alguém“. Ele revirou páginas e mexeu o dedo indicador até parar em coito. “Essa vai funcionar”, falou o menino.

Dedo de Sheldon (Iain Armitage) aponta a palavra coitus (coito, em português) – (Reprodução/CBS)

No Brasil, a quinta temporada de Young Sheldon é disponibilizada em primeira mão pelo streaming HBO Max. Na plataforma da Warner, episódios inéditos entram uma semana após a exibição nos Estados Unidos (rede CBS).


Siga o Observatório de Séries nas redes sociais:

Facebook: ObservatorioSeries

Twitter: @obsdeseries

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....