Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
ESCOLHAS DA VIDA

Brian Cox recusou papel importante em Game of Thrones; saiba qual

Em livro, ator justifica bem e com detalhes a decisão de dizer não ao drama lendário da HBO

Publicado em 14/01/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Quem recusaria a oportunidade de atuar em Game of Thrones (2011-2019)? Brian Cox disse não para a série da HBO, rotulada como a maior de todos os tempos. Atual estrela de outro hit do canal, o premiado drama Succession, o ator escocês explicou em livro autobiográfico, com detalhes, o motivo da rejeição e qual personagem ele iria interpretar.

Na próxima terça-feira (18), será lançado nos Estados Unidos o livro Putting the Rabbit in the Hat, relato de memórias de Brian Cox. A revista GQ publicou com antecedência um trecho da obra na qual ele contextualiza a razão de ter negado viver o rei Robert Baratheon, personagem que caiu no colo de Mark Addy.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

“Muitas pessoas me perguntam se me ofereceram um papel em Game of Thrones. E a resposta é sim”, começou a descrever Cox. “Eu seria um rei chamado Robert Baratheon, que aparentemente foi morto por um javali selvagem na primeira temporada.”

“Eu sei muito pouco sobre Game of Thrones, então não posso dizer se ele era ou não um personagem importante. E eu não vou pesquisar no Google, para que eu não saiba que ele era mesmo importante”. O ator brincou, pois ele não aguentou e foi pesquisar para entender a dimensão do personagem na narrativa.

Robert Baratheon tem uma relevância decisiva no mundo de Game of Thrones, embora tenha aparecido em tela somente durante sete episódios. Ele foi o 17º comandante dos Sete Reinos, primeiro rei da dinastia Baratheon. 

Robert casou com Cersei Lannister (Lena Headey) para se aliar ao clã Lannister e selar a paz em Westeros. Porém, dentro das quatro paredes o casório não rendia. Robert acreditava ter tido três filhos com Cersei mas, na verdade, eles eram frutos de um incesto entre ela e o irmão Jaime (Nikolaj Coster-Waldau). O rei pulou a cerca várias vezes e dessas investidas vieram vários filhos bastardos.

Mark Addy na pele de Robert Baratheon em GoT (Divulgação/HBO)

Game of Thrones não era isso tudo

O começo de Game of Thrones não se equivale ao que a série se tornou. O piloto (primeiro episódio) teve de ser refeito, as críticas foram majoritariamente negativas e o dinheiro pago aos atores deixava a desejar. Brian Cox explanou mais sobre isso ao justificar a recusa.

“Por que [eu rejeitei GoT]? Bem, Game of Thones se tornou um grande sucesso. Todos os profissionais envolvidos ganharam uma fortuna gigantesca, é claro. Mas quando me foi originalmente oferecido, o dinheiro não era lá tudo isso, digamos assim”, revelou.

“Fora que eu seria morto bem cedo, então não teria nenhum dos benefícios recebidos a longo prazo. Caso uma série faça sucesso, os salários aumentam a cada temporada renovada. Então, eu não aceitei… e Mark Addy foi morto por um javali ao invés de mim”, concluiu o ator.


Siga o Observatório de Séries nas redes sociais:

Facebook: ObservatorioSeries

Twitter: @obsdeseries

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....