Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
PAPEL DE DESTAQUE

Anti-herói em Pacificador, Freddie Stroma foi solteirão cobiçado na série UnReal

Disponível no Globoplay, uma das melhores atrações de 2015 retratou os bastidores de um reality de namoro

Publicado em 31/01/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Antes de ser o divertido e inconsequente Vigilante, anti-herói em Pacificador (HBO Max), Freddie Stroma pagou de galã na série UnReal (2015-2018), sobre os bastidores de um reality de namoro. Há sete anos, o ator liderou a elogiada primeira temporada da atração, que imitou os segredos atrás das câmeras do popular programa The Bachelor.

UnReal, disponível no Globoplay, narrou a construção do reality Everlasting, igualzinho ao The Bachelor: um solteirão tinha de escolher uma noiva entre dezenas de participantes. Na temporada de estreia, Freddie Stroma interpretou o pretendente da vez, o playboy britânico Adam Cromwell.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

UnReal e o reality armado

Adam só aceitou o convite de participar do reality para melhorar a imagem perante a opinião pública. Inocente, ele pensou que o Everlasting era honesto, que realmente iria escolher o grande amor da vida entre as 25 candidatas.

Ao descobrir a verdade dos truques orquestrados nos bastidores, aquelas armações feitas com o objetivo de apimentar o programa e elevar a audiência, o playboy ameaçou desistir. Mas a produtora Rachel (Shiri Appleby) o convenceu a continuar, contando uma mentira; ela fez jus ao rótulo de ser especialista em criar barracos e maquinar intrigas. Adam gostou da brincadeira e embarcou na onda.

Freddie Stroma se destacou em UnReal. O personagem muito bem desenvolvido o ajudou. Cheio de falhas, Adam caiu como uma luva na rede de fofocas das produtoras do Everlasting. A cada edição, ele aprendia as regras do jogo e tentou tomar o controle da narrativa (sem sucesso, registra-se).

Considerada uma das melhores séries de 2015, UnReal foi altamente elogiada. O trunfo era que uma das criadoras da atração, Sarah Gertrude Shapiro, trabalhou em The Bachelor e sabia todos os podres do reality show super popular nos Estados Unidos. Então, muito do visto por ela com os próprios olhos foi absorvido pelo drama.

Freddie Stroma no primeiro episódio de Pacificador (Divulgação/HBO Max)

Em UnReal, o britânico Stroma ganhou espaço no cenário televisivo americano. Mas ele entrou em dois projetos furados após, protagonista das séries canceladas Time After Time (2017) e The Crew (2021). Com Peacemaker, ele dá a volta por cima em um personagem importante dentro do Universo Estendido da DC. 

E há um detalhe: ele só conseguiu o papel de Vigilante por causa da desistência da primeira opção. O ator Chris Conrad largou o projeto no meio do caminho. Criador de Pacificador, o cineasta James Gunn teve de regravar cinco episódios da série, agora com Freddie Stroma vivendo o parceiro do anti-herói protagonista.


Siga o Observatório de Séries nas redes sociais:

Facebook: ObservatorioSeries

Twitter: @obsdeseries

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....