Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
EX-ADVOGADO

Criador de Anatomia de um Escândalo é o mago dos dramas jurídicos na TV

David E. Kelley é produtor e roteirista de várias séries premiadas sobre advocacia

Publicado em 27/04/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Atualmente na liderança de audiência na Netflix, a minissérie Anatomia de um Escândalo retrata caso espinhoso de traição e abuso sexual e mostra ao mundo os ritos de uma corte britânica. Por trás da trama está David E. Kelley, 66 anos, um dos showrunners mais premiados de Hollywood, cocriador da atração junto com Melissa James Gibson. Ele é formado em advocacia e tem a fama de ser o mago dos dramas jurídicos, emplacando só sucessos.

Anatomia de um Escândalo é a mais nova produção na lista enorme de grandes séries capitaneadas por David E. Kelley. E no próximo mês vem outra, na própria Netflix: O Poder e a Lei, a partir do dia 13, sobre a rotina de um advogado idealista e inovador que usa o banco traseiro do carro como escritório.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Filho de um treinador lendário da NHL (liga profissional de hóquei no gelo), Kelley tem formação em ciências políticas e direito. Ele chegou a montar uma firma de advocacia, escrever roteiros de programas televisivos era hobby; isso na década de 1980. 

A mudança na carreira começou a ocorrer em 1986 quando entrou para o time de roteiristas de L.A. Law (1986-1994), trama marcada por abordar assuntos polêmicos para a época como Aids, violência doméstica, homofobia e racismo. Kelley conseguia manter os dois trabalhos, na série e no escritório.

Em 1989, um dos criadores de L.A. Law, Steven Bochco, deixou a atração e Kelley assumiu o cargo de produtor executivo. Nessa posição, também chefiando a sala de roteiristas, o agora ex-advogado mostrou toda a capacidade no setor do entretenimento e ganhou cinco Emmys (dois de melhor roteiro e três de melhor série dramática).

David E. Kelley segura estatuetas do Emmy ganhas por The Practice e Ally McBeal, em 1999

Dramas jurídicos de todos os tipos

Em meados dos anos 1990, David E. Kelley conseguiu colocar na TV aberta americana duas séries jurídicas ao mesmo tempo, ambas de grande repercussão: The Practice (rede ABC) e Ally McBeal (Fox). 

The Practice (1997-2004) narrava a rotina de uma firma de advocacia pequena, sem glamour (a série ganhou dois Emmys de melhor drama). Já Ally McBeal (1997-2002) acompanhou uma personagem sagaz, formada em Harvard, dentro de escritório que pegava casos somente para ganhar dinheiro, nada mais.

Entrando no século 21, The Practice ganhou um filhote: Boston Legal (2004-2008), protagonizado por James Spader. A série lidava com casos civis e criminais, arrebatou a audiência e conquistou o apreço da academia: foram 26 indicações ao Emmy, obtendo 5 vitórias.

David E. Kelley entrou no mundo dos streamings em meados da década passada com o drama jurídico Goliath (2016-2021); Billy Bob Thornton foi o protagonista. A atração da plataforma da Amazon apresentou um advogado brilhante, mas que caiu em desgraça após erro durante um caso. Na sarjeta, ele procurou se erguer na base do tudo ou nada, assumindo casos contra grandes corporações e pessoas poderosas.

O ex-advogado tem no currículo outras séries além das jurídicas (como a aclamada Big Little Lies, da HBO). Mas o mundo em tribunais e destrinchando processos é o habitat natural. Vem pela frente mais um drama jurídico: Acima de Qualquer Suspeita, no Apple TV+ (baseado no filme homônimo), minissérie ainda sem data de estreia; Kelley será o showrunner. ⬩

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....