Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
DRAMA ELOGIADO

Apple renova a imperdível série Ruptura para a 2ª temporada

A atração com Adam Scott e Patricia Arquette no elenco encerra a leva de estreia na sexta (8)

Publicado em 06/04/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

O streaming Apple TV+ anunciou nesta quarta-feira (6) a renovação da série Ruptura para a segunda temporada. O drama imperdível narra o cotidiano de pessoas que passaram por uma cirurgia revolucionária: tiveram a memória dividida, separando o trabalho da vida comum, sem carregar os problemas, emoções e sentimentos de uma rotina para a outra.

Elogiada pela crítica, Ruptura caminha rumo ao empolgante e revelador episódio final da primeira temporada, a ser disponibilizado a partir de sexta (8); a leva de estreia é composta de nove episódios.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

“É muito empolgante ver a resposta das pessoas que estão amando a série, assim como notar o nível de engajamento dos fãs”, disse Ben Stiller, diretor e produtor executivo de Ruptura, em comunicado. 

“Trazer Ruptura para a televisão foi um longo caminho”, lembrou o ator. “Eu li o roteiro do piloto de Dan [Erickson, criador da série] pela primeira vez há mais de cinco anos. Sempre foi uma história a ser contada em várias temporadas e estou muito feliz que poderemos continuá-la.”

Britt Lower em cena da série Ruptura

Conheça a série Ruptura

A proposta da série Ruptura é tentadora para muitas pessoas do mundo real. Imagina a possibilidade de você esquecer completamente as horas que passou no trabalho e separar a vida profissional da pessoal. A brisa do drama é fazer exatamente isso com os personagens, em uma produção formidável, do mais alto nível.

No centro da história de Ruptura está a empresa Lumon Industries. No subsolo de um complexo gigante funciona o departamento Macro Data, cujos funcionários passam por cirurgia consensual absolutamente insana.

Um dispositivo é implantado dentro do cérebro com a capacidade de fazer essa divisão na mente entre o que ocorre no trabalho e fora dele, processo irreversível chamado de ruptura. Quem concorda entrar nesse projeto precisa gravar um vídeo afirmando estar ciente da operação.

O ponto de vista da narrativa é do quarentão Mark Scout (Adam Scott), viúvo que sofre com o luto. Ele aceita entrar nesse departamento da Lumon para, pelo menos durante oito horas do dia, não pensar mais na tristeza e no sofrimento da vida pessoal.

Em um belo dia, Mark chega na Lumon chorando, desesperado. Ele enxuga as lágrimas, entra no prédio e pega um elevador. No trajeto de descida até o subsolo, um sinal toca e a mente dele se transforma. Tudo o que viveu fora da companhia é esquecido e ele apenas é mais um funcionário dentro de um departamento burocrático.

O Mark do trabalho vive em loops, pois desconhece os fatos do mundo de fora. E o Mark longe da Lumon sabe muito bem que passou pelo processo de ruptura, porém não faz a mínima ideia da função exercida na empresa. ⬩

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....