Série exibida pela TV Brasil, A grande viagem é finalista do Emmy Kids Awards

A Grande Viagem
Publicidade

“A grande viagem”, exibida pela TV Brasil, é uma das finalistas do Emmy Kids Awards.

A premiação é a versão infantil do Emmy Internacional, destinado a programas de televisão produzidos fora dos EUA.

A Academia Internacional de Artes e Ciências da Televisão anunciará os vencedores do Emmy Kids no dia 9 de abril de 2019, em Cannes, na França.

Continua depois da publicidade

Leia: Malhação – Viva a Diferença e The Voice Kids são finalistas do Emmy Internacional Kids 2018

Com 13 episódios, a minissérie foi um dos últimos trabalhos do ator Umberto Magnani, que morreu em abril de 2016, aos 75 anos.

“A grande viagem” concorre com três outras produções (da Alemanha, do Reino Unido e do Japão) na categoria minissérie.

A atração estreou na TV Brasil em 20 janeiro de 2017.

Leia: Indicada ao Emmy, O Diário de Mika estreia na nova programação da TV Cultura

A TV Brasil fará uma maratona de “A grande viagem” a partir do dia 28 de outubro.

A ideia é reprisar episódios da minissérie aos domingos, a partir das 16h, durante o mês de novembro.

Além de “A grande viagem”, outras duas produções brasileiras foram indicadas ao Emmy Kids Awards:

“Malhação, Viva a Diferença”, da TV Globo, na categoria séries.

E “The Voice Kids”, também da TV Globo, na categoria entretenimento não-roteirizado.

Ao todo, o Emmy Kids indicou 28 programas em sete categorias.

Sobre “A Grande Viagem” no Emmy

Na minissérie, Umberto Magnani interpreta o vovô Mário, um ex-vendedor porta-a-porta de guia de viagens.

Ele começa a apresentar os primeiros sinais do Mal de Alzheimer.

A aventura começa quando Lipe (Léo Palhano) resolve ajudar o avô Mário a encontrar sua “memória perdida”.

Junto com Stella, a Tel (Lara Boldorini), sua melhor amiga, eles descobrem que o armário no quarto do avô é um portal mágico.

Pelo qual podem viajar pelo mundo, até mesmo através do tempo.

Passando por diferentes países e épocas em busca de um grande tesouro:

As lembranças de vovô.

Mário sempre se orgulhou muito de saber da história e a cultura de vários países.

Porém uma coisa lhe faltou: conhecer esses lugares pessoalmente.

Mas agora, com o guia na mão e ao lado de Lipe e Tel como copilotos, vovô Mário chega nos cantos mais distantes do planeta.

Vivem incríveis aventuras, mergulham em culturas diferentes e fazem bons amigos pelo caminho.

Em cada episódio, vovô Mário, Lipe e Tel passeiam pela cultura de um país diferente:

Egito, Israel, Japão, Cuba, Espanha, Portugal, Líbano, Romênia, Estados Unidos, Grécia, Alemanha, França e Itália.

A série, que foi toda gravada em São Paulo, tem um tom lúdico.

E é uma oportunidade para as crianças conhecerem um pouco mais sobre diversas culturas do mundo.

Liberdade poética

“Como Vovô Mário nunca conheceu de fato esses lugares – conhecia os países pelos livros – tínhamos a liberdade poética de criar o país e o seu universo mitológico, pelo ponto de vista de um senhor de 70 anos e uma criança de dez”, conta Caroline Fioratti, criadora e diretora da série, inspirada em curta-metragem premiado de sua própria autoria, realizado em 2011.

“A grande viagem” também abre um caminho para falar sobre o Mal de Alzheimer.

Este é um dos últimos trabalhos inéditos de Umberto Magnani.

“Sem dúvida nenhuma, dedico a ele essa nossa obra.

Umberto já fez a sua grande viagem, mas deixou para todos nós relíquias e ensinamentos que ficam para sempre”, relembra Carolina.

Na atração de 13 episódios, Sandra Corveloni faz o papel de Clara, mãe de Lipe e filha de Mário, que no começo não tem muita paciência com as invenções da dupla.

Mas ao longo da série, Clara vai aprendendo a lidar com a condição do pai de uma maneira mais compreensiva.

A jovem Lara Boldorini, como Tel, melhor amiga de Lipe, completa o elenco principal.

Os episódios têm ainda participações especiais de Selma Egrei, Miriam Mehler, Sylvio Zilber, Ivo Muller, Lulu Pavarin, Ken Kaneko, Maurício de Barros, Lucélia Machiavelli, entre outros.

“A grande viagem” foi criada e dirigida por Caroline Fioratti.

Produzida pela Aurora Filmes e coproduzida pela Haikai Filmes, a série foi contemplada com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual FSA/ ANCINE, geridos pela FINEP.

O projeto também conta com patrocínio da Special Dog e Solito, valores captados via PROAC – Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo.

Publicidade
© 2021 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade