Churrasco dentro da piscina é o desafio do BBQ Brasil – Churrasco na Brasa deste sábado 

Carlos Bertolazzi, Chris Flores e Danielle Dahoui no BBQ Brasil
Publicidade

No BBQ Brasil de 20 de outubro, a partir das 18h15, os participantes terão que sair da zona de conforto.

Leia: BBQ Brasil perde para Record TV pelo terceiro ano seguido

Chris Flores, Dahoui e Bertolazzi recebem um convidado especial:

Continua depois da publicidade

O especialista em carnes da rede Montana Grill, Renato Galindo.

Galindo, com toda sua bagagem, traz para os participantes a proteína queridinha do churrasco brasileiro, a picanha.

Essa carne vem da parte traseira do boi e é um dos cortes mais populares do Brasil.

Os competidores terão que fazer dois acompanhamentos com a proteína e ainda as famosas fritas Montana.

“Fazer uma picanha que o Montana oferece para gente, vai ser um grande desafio e não é para qualquer um”, dispara a participante Pretha.

O chef Galindo faz uma exigência, a picanha tem que estar ao ponto.

“O ponto pode parecer simples, mas é muito sensível passar ou faltar o ponto.

Se falta, a carne fica fria por dentro e se passar, você perde suculência, maciez e textura.

O ponto é o grande desafio”, diz o especialista Renato Galindo.

Nessa situação, o tempo é decisivo para este preparo tão delicado.

“Churrasqueiro que não sabe fazer picanha, pode ir para casa”, garante Daniel.

Quem vencer esta etapa, tem vantagens importantes para a Prova em Grupo.

Leia: Participantes fazem churrasco sem facas no BBQ Brasil – Churrasco na Brasa deste sábado

Prova em Grupo do BBQ Brasil

A Prova em Grupo deste sábado será seca e molhada ao mesmo tempo.

O grande desafio dos competidores será fazer churrasco dentro da piscina.

As proteínas da vez serão Fraldinha e Lagostim, o famoso surf and turf, combinação de frutos do mar com carnes de animais terrestres.

Para julgar os preparos das equipes vermelha e amarela, Chris Flores convida o time de polo aquático do SESI São Paulo.

E não será fácil de agradar, já que além de exigentes, treinam 6 horas por dia e sentem muita fome.

A dificuldade só aumenta e além de bons churrasqueiros, Fernando e Daniel, escolhidos para ir para a água, terão que se equilibrar na boia.

E ter ajuda de seus colegas de grupo.

“Vou fazer churrasco nem que seja em baixo d’água”, diz Fernando.

A equipe que perder esta etapa está na Prova de Fogo e o preparo será uma especialidade da chef Dahoui, o Magret de Pato.

E não é só tristeza para quem está na berlinda, o programa preparou uma linda mensagem de familiares, que abalou a estrutura de quem está na Prova de Fogo.

Publicidade
© 2021 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade