“Um desafio”, afirma Daphne Bozaski sobre reviver Benê em As Five

"A série retrata a entrada na vida adulta"

Publicado há 16 dias
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Daphne Bozaski voltou a se encontrar com Benê, uma das protagonistas de As Five. A série chegou, na última quinta-feira, dia 12, na Globoplay. A atriz, que estreou na tv com o infantil “Que monstro te mordeu?”, coleciona trabalhos dos quais se enche de orgulho, como a produção “Experimentos Extraordinários “, exibida no Cartoon Network; e a voz original de um dos personagens da animação “Diário de Pilar”, do canal Nat Geo Kids.

Começou a carreira em Curitiba, e atualmente Daphne vive em São Paulo. Ela é casada com o chef de cozinha Gustavo Araujo e mãe de Caetano, que está pertinho de completar dois anos, em dezembro. Ela e o marido tem um restaurante em casa, que se chama ’Casa do Araújo”, e um dos atrativos do local é a cerveja artesanal feita em homenagem Daphne, levando o nome da sua personagem “Benê”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Entrevista

As Five estrou no Globoplay e com isso inaugurou um novo formato de conteúdo que saiu da TV para o streaming. Como é fazer parte deste projeto?

“Ter a oportunidade fazer a mesma personagem em outro formato de gravação, alguns anos mais velha – entrando na fase adulta da vida e dialogando com questões deste universo – é um presente, um desafio e tanto para nós, atrizes.

A criação da série é um reflexo do quanto as pessoas se identificaram com “Malhação Viva a Diferença”, ao ponto de pedirem uma continuidade. Sempre falamos que, sem o nosso público, nada disso estaria acontecendo. É muito gratificante fazer parte desse projeto junto com as meninas e toda a equipe do Cao Hamburguer, nosso autor”.

Como atriz, o que mais te desafiou em dar continuidade a uma personagem em momentos de vida tão distintos? Afinal você se tornou mãe neste intervalo entre os projetos.

“É interessante representar uma personagem em uma faixa etária mais próxima à minha. Eu pessoalmente mudei muito nesses últimos anos, muitas reponsabilidades bateram à porta e a maternidade foi uma delas. E acho que essa maturidade ajudou a entender as transformações que aconteceriam na vida da Benê.

Foi um grande desafio deixar de lado a ingenuidade da Benê da Malhação para criar a Benê mais velha e com mais experiencia de vida, sem perder a sua essência”.

O que você pode adiantar sobre a Benê nesta temporada?

“A série retrata a entrada na vida adulta. Até o começo da série, ela estava com a vida totalmente organizada no seu ideal, porém muita coisa irá mudar com término com o Guto, logo no primeiro capitulo. Começa então uma reviravolta na vida da Benê, ela vai morar em uma casa nova e tem uma reaproximação com as amigas. Tudo isso a ajuda na busca por sua independência e a se descobrir como mulher”.

Você está em dose dupla na Globoplay, com “Que Monstro te mordeu?”. Um trabalho incrível e premiado. Como foi fazer esse projeto? E a parceria com o Cao Hamburger, conta um pouco sobre isso?

“Foi o meu primeiro trabalho na televisão, e de cara um projeto com o Cao, que é uma pessoa que admiro muito e de quem sou fã. Digo que não teria como começar de uma maneira melhor, pois aprendi muito sobre interpretação para TV fazendo o que “Monstro te mordeu?”.

Até porque foi uma série com um período grande de gravação, fizemos 50 episódios. E alguns anos depois fui chamada para fazer o teste da Malhação. Quando soube que era o Cao o escritor, fiquei na torcida para passar no teste, pois sabia que seria um trabalho diferenciado como tudo o que ele faz”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio