Sem caminhão, Zeca briga com Abel por causa de Ritinha e quase toma surra de cinto

Protagonista se muda junto com o pai de mala e cuia para Niterói

Publicado há 25 dias
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Zeca (Marco Pigossi) teve uma grande decepção ao ver Ritinha (Isis Valverde) no barco de Ruy (Fiuk), acreditando que ela o estava traindo logo após o casamento deles na reprise de A Força do Querer. Tomado pela raiva, ele deu um tiro no rival que mesmo sem o acertar teve consequências.

Para não tomar um processo e ser preso, ele precisou vender seu bem mais precioso, seu caminhão. Mas o problema está longe de acabar, já que a cabeça quente do rapaz faz com que ele brigue com o próprio pai. 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O protagonista se muda junto com Abel (Tonico Pereira) de mala e cuia para Niterói, mas é jogado na cara o tempo todo a burrice que fez. Zeca conta para Nazaré que caso tivesse matado ou aleijado outra pessoa, iria acabar com a própria vida, pois não saberia viver com a culpa.

E mais!

“Estava aqui falando com seu pai que se precisar de qualquer coisa, eu apareço”, diz Jeiza (Paolla Oliveira), prestando ajuda aos novos vizinhos. “Ninguém vai precisar de nada não”, responde Zeca ríspido, deixando Abel envergonhado. Quando Jeiza sai, eles começam o bate boca.

“Oh, Zeca, vem, cá. Você não tá pensando em ir atrás desse tal de Ruy não né? Vem cá, tu não me faça uma loucura dessa… E fala direito comigo senão a sucuri vai cantar…”, grita Abel. “De novo essa conversa meu pai?… Deixa eu fazer as coisas do meu jeito, não sou mais menino de colo não”.

“Ah sabe! Sabe tanto que está aí. Perdeu o caminhão. Escapando de uma cadeia, e de um processo nas costas”, continua o pai tentando ajudar o filho, que se enfurece.

“O senhor quer saber? Eu vou pegar ele sim, mas não é de tiro não, é de braço. O sujeito vira minha vida do avesso… eu sei muito bem onde é a empresa dele, e não é o senhor que vai me empatar não!”, diz Zeca.

Abel e Zeca, de A Força do Querer (Reprodução)

E ainda!

“Repete isso, repete isso para ver se eu não te dou umas lambadas”, grita Abel que parte para cima, ameaçando bater em Zeca, até que Nazaré entra e a discussão cessa. Mas Abel, ainda arrasado, continua: “Esse lesado, esbandalhou com a vida dele e ainda não se deu por satisfeito. Tá querendo é mais”.

“Eu vou dar um soco no nariz daquele desgraçado porque eu não tenho sangue de barata, não. E vai ficar por isso por mesmo?”, “Não foi ele, foi ela, a Ritinha, ela é que não presta. Não vale o que o gato enterra…Se tivesse escutado seu pai, não estava aí no estado que tá”, continua Abel, mas Zeca está decidido a acertar as contas com o herdeiro dos Garcia Quem não fica nada em paz com essa história é Jeiza.

A policial diz para a mãe que sentiu algo estranho, e que tem faro para ocorrências policiais, e sentiu pelo olhar de Zeca, que ele ainda vai aprontar.

Mais Informações, curiosidades, sinopse, personagens e o resumo diário e atualizado dos capítulos da novela A Força do Querer

Confira o resumo dos capítulos das outras novelas da TV Globo, SBT, Record TV e Band

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais