dado como morto

Sem Bruno, Léia vira rainha do gado e revolta Donana e Zé do Araguaia com atitude: “A patroa sou eu”

Funcionários pedem demissão

Publicado em 29/01/2023

O grave acidente com Bruno (Antonio Fagundes) faz muita coisa mudar na novela O Rei do Gado. E nos próximos capítulos da trama que está no ar no Vale a Pena Ver de Novo, Léia (Silvia Pfeifer) começa a se sentir patroa e se desentende com Donana (Bete Mendes) e Zé do Araguaia (Stênio Garcia), que pedem demissão.

Incentivada por Ralf (Oscar Magrini), que está de olho na herança do rei do gado, a dondoca se esforça para assumir o lugar do ex-marido. Ela, então, viaja até a fazenda do Araguaia para vistoriar as contas e, durante um almoço, reclama da comida feita pela funcionária. “Que peixe é esse, Donana?“, questiona a loira.

Eu mandei pescar especialmente para a senhora“, reage Zé. “É peixe bom e fresquinho. Ele chegou vivo aqui na cozinha“, responde a cozinheira. “Então é esse molho que não está pegando bem“, reclama Léia. “Patrão adorava. Eu fiz para a senhora como eu fazia para ele“, explica a trabalhadora.

Pois então você vai ter que mudar quando eu chegar aqui”, impõe a mãe de Marcos (Fábio Assunção). “Então mudo eu“, devolve Donana. “Eu acho que você não está entendendo que a patroa sou eu agora”, fala Léia. “Então a senhora arranje outra empregada porque eu não lhe sirvo mais“, decide ela, que se retira.

O que foi isso agora, Zé do Araguaia?”, indaga a loira. “É que o seu Bruno gostava muito do tempero dela”, justifica o funcionário. “Pois o seu Bruno está morto e faça sua mulher entender isso”, diz a sem-noção. “A senhora me desculpa, mas com o dinheiro dos bois que eu vendi deve sobrar um pouco para a senhora acertar nossas contas”, decide o veterano, que deixa a patroa surpresa.