Pôncio Pilatos ordena matança de Judeus e Samaritanos: “Que os malditos sejam trucidados”

O governador romano não tolera pensamentos opostos aos seus

Publicado há 9 dias
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na reta final de Jesus, Pôncio Pilatos (Nicola Siri) discute com seus homens após os mesmo recuarem na hora de impedir que uma multidão de Samaritanos armados invadissem o monte de Jerusalém, em busca do tesouro que Moisés supostamente enterrou por lá.

Existe uma disputa entre Judeus e Samaritanos. No mínimo, os Samaritanos procuram provas de que um…“, explica Chuza (Tadeu Aguiar), sendo imediatamente interrompido por Poncio. “Por que seu povo sempre arruma confusão por conta de sua lendas e divindades. Cansei dessas historias“, diz o governador romano.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O que fazemos, senhor?“, questiona Longinus (Sacha Bali). “Ainda pergunta? Mate-os. Quero todos mortos: homens, mulheres, crianças. Não deixem um só vivo, para que a mensagem seja clara. Judeus e Samaritanos não se odeiam?“, dispara ele, cheio de intolerância com os que tem pensamentos opostos aos seus.

Chuza fica indignado. “Pensar diferente não é o mesmo que odiar“. Pilatos é enérgico. “Não aceitarei mais desordem em meu território. Tampouco quero ouvir sua opinião. Mandem uma legião. Que os malditos sejam trucidados“, avisa Pôncio Pilatos.

Mais Informações, curiosidades, sinopse, personagens e o resumo diário e atualizado dos capítulos de Jesus.

Confira o resumo dos capítulos das outras novelas da TV.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio