Nádia enfrenta Pedro e é salva por Refugio: “Homossexual reprimido”

Prefeito quer obrigar a esposa a engravidar de outro homem

Publicado há 4 meses
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de O Que a Vida Me Roubou, cansada de ser humilhada por Pedro, seu marido e prefeito de Águazul, Nádia vai finalmente enfrentá-lo. Após flagrar ele com Ezequiel junto na jacuzzi, ela passa a desconfiar que ele seja homossexual.

Nádia se enfurece mais ainda com a insistência de Pedro para que ela engravide de outro homem, no caso, Henrique. O homem ordena que o Henrique a persiga e insista na relação sexual com ela, a fim de ter um herdeiro, criando o filho dos dois e mantendo uma relação de aparências.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nádia chega inconformada em casa e inicia uma discussão com Pedro. “Você é meu marido, mas não manda em meu corpo“, esbraveja ela ao descobrir os planos do marido. Pedro taca um copo no chão e diz que isso vai continuar até que ela lhe dê um filho.

Não sabe como eu gostaria de gritar na frente da prefeitura quem é na verdade, o grande Pedro Medina. Um miserável com vida dupla, um covarde, um homem que bate em mulheres. Um homossexual reprimido“, diz ela, sem medo.

Neste momento Pedro gruda Nádia pelo pescoço, mas por sorte Refugio (Carlos de la Mota) aparece bem na hora e saca uma arma contra ele. “Solta ela. Você nunca mais na sua vida vai bater em nenhuma mulher seu desgraçado“, ameaça ele.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais