Morre Vera Nunes, atriz pioneira da TV nacional

Atriz atuou numa das primeiras novelas de Manoel Carlos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A televisão brasileira acaba de perder um de seus nomes pioneiros. A atriz Vera Nunes faleceu nesta terça-feira (2), aos 92 anos de idade, na cidade de Campinas, interior do Estado de São Paulo. A informação foi divulgada pelo portal Memórias Cinematográficas.

Vera começou como rádio-atriz e não demorou a chegar à telinha. Em 1952, atuou em Helena, uma das primeiras telenovelas escritas por Manoel Carlos, a partir do livro homônimo de Machado de Assis – já com o nome que viraria a marca de suas protagonistas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 1954, protagonizou seu próprio seriado, As Aventuras de Suzana, e dez anos depois integrou o elenco central da novela O Pintor e a Florista (1964), baseada no mesmo argumento que foi o ponto de partida trama de Marisol (2002), do SBT.

Atuou ainda em Os Estranhos (1969), Dez Vidas (1969) e nas duas versões de Meu Pé de Laranja Lima (1970 / 1980), em personagens diferentes. Uma pequena participação em Jogo do Amor (1985), do SBT, marcou sua despedida do veículo que viu nascer.

O maior destaque de Vera Nunes, no entanto, deu-se no âmbito sétima arte, a ponto de ela ter sido considerada a seu tempo como “a bonequinha do cinema nacional”. No teatro, ela também fez seu nome, tendo estrelado montagens como a versão para os palcos de Presença de Anita.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio