Fim de jogo

Fuzuê: Pascoal ameaça Cata Ouro com revólver: “Finalmente te encontrei!”

Gláucia ajuda cúmplice de Preciosa a descobrir paradeiro do mendigo

Publicado em 19/09/2023

Água mole em pedra dura tanto bate até que fura – e Pascoal (Juliano Cazarré) é a prova viva desse ditado. Nos próximos capítulos de Fuzuê, ele se juntará à lista de personagens que está caçando o paradeiro de Cata Ouro (Hílton Cobra) e acabará encontrando o andarilho.

Tudo começa quando o cúmplice de Preciosa (Marina Ruy Barbosa) visita Gláucia (Zezeh Barbosa) e a manipula para conseguir informações. “O deputado Heitor (Felipe Simas) se importa muito com a questão dos moradores na rua, e entendo que aqui na área tem um sucateiro, o Cata Ouro“, diz.

Mas ainda estão procurando esse moço? A polícia também estava procurando ele. O que ele fez? Aprofunde-se!“, exige a vizinha de Luna (Giovana Cordeiro), desconfiada. “É porque nós realmente nos preocupamos com as pessoas nessas condições“, segue mentindo Pascoal.

Uma pessoa como o Cata Ouro de repente sofre de algum distúrbio mental. O ideal seria que ele saísse das ruas, fosse para uma clínica. Você sabe onde eu posso encontrar o Cata Ouro?“, insiste o falso benemérito. Gláucia, então, indica uma zona por onde o mendigo costuma passar.

Pascoal vai ao endereço indicado por ela e dá com Cata Ouro. “Finalmente te encontrei!“, festeja, sacando seu revólver e apontando para o morador de rua. “Cata Ouro não é ladrão!“, defende-se o indigente, assustado. “Então vai ter que provar“, rebate o assessor político, com sangue nos olhos.