Como termina Samira? Feliz com Zé Roberto ou casada contra a vontade em Fez?

Embora sua família seja muçulmana, a moça sempre quis ser aceita como qualquer outra da mesma idade

Publicado há um mês
Por Fábio Costa
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Há muitos anos, Mohamed (Antonio Calloni) se estabeleceu no Brasil com a esposa Latiffa (Letícia Sabatella), no bairro carioca de São Cristóvão. Em meio aos moradores e hábitos ocidentais, seus filhos Samira (Sthefany Brito) e Amin (Thiago Oliveira) cresceram em O Clone, novela de Glória Perez que está no ar no Canal Viva.

O garoto é bastante conformado com seu destino de muçulmano e até gosta dos privilégios que essa cultura reserva aos homens, como a possibilidade de ter várias esposas. O lugar da bela vizinha Karla (Juliana Paes), com quem Amin chega a sonhar, está garantido, inclusive, caso ela queira.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Já sua irmã mais velha não encara com a naturalidade esperada pelos pais o destino que a aguarda. Latiffa vê em Samira uma impetuosidade que a faz lembrar de sua prima, Jade (Giovanna Antonelli), desafiando sempre os preceitos muçulmanos, para ira do Tio Ali (Stênio Garcia).

Temerosa de que a filha “lance sua sorte no vento”, Latiffa sempre a aconselhara. Mas Samira quer ser como todas as moças brasileiras de sua idade. E com sua beleza e graça a jovem conquistou o coração de um brasileirinho, Zé Roberto (Yuri Xavier).

Por ele, e mais ainda por ela mesma, Samira deseja logo chegar à maioridade para que estude e comande a própria vida, sustentando-se e sem depender do pai. A jovem sabe que a tia Jade e mesmo Latiffa cedem muitas vezes por serem presas economicamente à família.

Até a tentar fugir com Zé Roberto a jovem tentara, mas a língua grande de Basílio (Sílvio Guindane) uma vez na vida servira para algo positivo: o espírito fofoqueiro do rapaz ajudara a família a encontrar Samira, que acaba voltando para casa.

No final de O Clone, depois de muitas discussões em casa devido à sua rebeldia, Samira acaba vencendo a resistência do pai, que aceita Zé Roberto como namorado da filha após o rapaz concordar em converter-se ao islamismo. O casalzinho prossegue assim com sua história de amor.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais