A sete chaves

Assassinato, garimpo e cabaré: conheça o grande segredo que Deodora esconde em Mar do Sertão

Mãe de Tertulinho teme que Zé Paulino traga verdade à tona

Publicado em 18/11/2022

O passado de Deodora (Débora Bloch) e Tertúlio (José de Abreu) esconde bem mais segredos do que se imagina. Nos próximos capítulos da novela Mar do Sertão, a mãe de Tertulinho (Renato Góes) deixará claro que de santa não tem – nem teve – nada após ser ameaçada por Zé Paulino (Sérgio Guizé).

Enquanto cuida do marido convalescente, administrando-lhe uma boa dose de sonífero, Deodora rememora seu ‘currículo’ secreto.

Desde que a gente se conheceu, naquele garimpo da Vila Surumu, que tu não tem descanso. Agora tu vai descansar, meu filho. A gente dormia com um olho aberto e outro fechado, se lembra?“, questiona ela a Tertúlio, que, já adormecido, não reage.

Era tanto perigo rondando, aquela terra sem lei e tu se arriscando a vida, todo dia, naquele rio barrento atrás de ouro. Garimpo de escafandro que é a coisa mais perigosa que existe. Eu até me lembro quando aquele caboclo, o Lunda Zagaia, tentou cortar o cabo do teu oxigênio pra tu ficar sem ar. Só que eu vi e dei um jeito naquele cabra“, acrescenta Deodora, dando a entender que assassinou o jagunço.

Enquanto isso, eu ganhava a vida no cabaré de Ana Solita. Tu lembra o nome daquela biboca? ‘Lua Encarnada’. Credo! Pois José Mendes, sabe-se lá, descobriu todo o nosso passado. Tudo que a gente lutou até hoje para esconder. Esse povo não pode saber o que a gente foi obrigado a fazer desde que teu pai perdeu tudo o que era teu de direito com jogo, com sem vergonhice“, prossegue Deodora, com ar sombrio.