Publicidade

Chamado de Maldito, Almeida tenta novamente ver Clotilde

Homem sente-se ofendido com comentário de Lola

Publicidade

Em Éramos Seis, Clotilde (Simone Spoladore) vai novamente ficar em frangalhos por causa de Almeida (Ricardo Pereira). Depois de ver o homem conseguir judicialmente passar mais tempo com os filhos, e tentar reconstruir sua família, ela cai numa profunda tristeza, evitando até os jantares em família.

Almeida por sua vez tem o mesmo tipo de angústia e acredita que nada em sua vida está como deveria ser. Há sempre algo faltando. Numa conversa com Assad (Werner Schünemann), ele acaba sendo chamado atenção pelo patrão, que dispara que ele é um homem triste, que sempre vê o lado negativo das coisas.

Julinho (André Luiz Frambach), que estava ali ouvindo tudo, então diz: “Eu contei pra minha tia que seus filhos foram morar na sua casa, com você e dona Natália. Ela nem disfarçou o espanto. Acho que ficou bem triste. Mal sai do quarto, de tão abalada que está. Minha mãe disse assim: maldita hora que voltou a ver o Almeida de novo”.

Continua depois da publicidade

As palavras ecoam na cabeça de Almeida. “Maldito eu, maldito. Marquei de estar com ela e desapareci… De medo ou angústia. Mas preciso falar com sua tia”, falará ele, mas Julinho afirma que não vai mandar mais nenhum recado porque cansou de ver a tia sofrer. Almeida então paga uma criança para ir até a casa de Lola entregar um recado à Clotilde.

Ao receber a mensagem, Clotilde se enche de esperança, mas Lola pede que a irmã não vá ao encontro de Almeida. “Já fui mais longe do que podia sonhar. Agora tenho que ir até o fim. Miro disse que ia me procurar, está aqui. Este é o chamado!” diz ela que se emperiquita toda para vê-lo. As cenas estão previstas para irem ao ar no capítulo 87, que será exibido na quinta-feira, 09 de janeiro.

Mais Informações, curiosidades, sinopse, personagens e o resumo diário e atualizado dos capítulos da novela Éramos Seis

Confira o resumo dos capítulos das outras novelas da TV Globo, SBT, Record TV e Band

Publicidade
© 2020 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade