A Dona do Pedaço: Chiclete é jurado de morte pelo próprio pai

Chiclete (Sergio Guizé) em A Dona do Pedaço
Publicidade

Chiclete (Sergio Guizé) desembarcou em São Paulo com a missão de se livrar de Vivi (Paolla Oliveira) em A Dona do Pedaço, mas acabou se apaixonando pela moça sem saber que ela era o seu alvo principal. Quando descobriu que era a digital influencer que precisava executar, ele decidiu continuar na missão, mas seus momentos de paz estão prestes a acabar, já que ele vai começar a ser ameaçado de morte pelo próprio pai, Adão (César Ferrario).

Ao perceber que a encomenda está demorando a ser entregue, Cosme (Osvaldo Mil) entra em contato com Adão, que sem mais resolve enviar Mão Santa (Guilherme Leican) para terminar o serviço que Chiclete ainda não conseguiu desenvolver, mas ele é impedido pelo parente. Sem matar Virginia, Cosme resolve ele mesmo matar a jovem, mas Chiclete impede o assassinato da amada, matando Cosme.

Desesperado por não ter conseguido cumprir sua missão, e por ter matado seu contratante, ele foge para Rio Vermelho. “Eu vim às pressas… peguei carona de caminhão, pra ninguém seguir meu rastro. Cheguei aqui. Tou morto de cansado, mas cheguei”, diz ele para Adão que vai logo perguntando se ele finalmente conseguiu matar a moça.

Chiclete então conta que não matou a moça e sim o mandante do crime, deixando Adão desesperado. “Como assim? Matou o mandante? Isso é coisa que nunca se fez, nunca se ouviu. Nem os desgraçados dos Matheus faziam uma coisa dessas. Não é possível. Onde é que tá a honra da nossa família agora? Nossa palavra?”, reage ele. Chiclete rebate dizendo que mesmo sabendo do código de honra da família, que diz que quem não consegue matar, dá sua vida no lugar, ele precisava voltar para o Espírito Santo.

Continua depois da publicidade

A hora da morte

Adão (César Ferrario) em A Dona do Pedaço
Adão (César Ferrario) em A Dona do Pedaço (Reprodução)

“Não me chama de pai. Não é mais meu filho. Cê e o Leandro (Mão Santa) são dois largados na vida. Que só me causaram vergonha. Mas você… cê me causou vergonha maior, porque matou quem pediu por nosso serviço. Quem confiou em nós”, diz Adão indignado. Chiclete diz que não vai matar Vivi pois é a mulher que ele ama.

“Maldito. Se você não matou, Chiclete, o mandante pode tar morto que eu vou lá e ainda cumpro com a nossa palavra, limpo a honra da família. Mas antes… É sua vez, Chiclete. É sua vez”, grita Adão apontando a arma para a cabeça do filho. “Leva minha vida se quiser. Atira”, rebate Chiclete, de joelhos em frente ao pai pronto para receber o tiro. As cenas estão previstas para irem ao ar no capítulo 66, que será exibido no dia 6 de agosto.

Mais Informações, curiosidades, sinopse, personagens e o resumo diário e atualizado dos capítulos da novela A Dona do Pedaço

Confira o resumo dos capítulos das outras novelas da TV Globo, SBT, Record TV e Band.

Publicidade
© 2021 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade