Zeca é homenageado pelo prefeito de Itapetininga

Publicado há 8 meses
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos próximos capítulos de Éramos Seis, uma participação especial vai encantar os fãs da obra, que teve uma famosa versão no SBT em 1994. Isso porque Marcos Caruso, que viveu o ativista político Virgulino na versão anterior do folhetim, vai aparecer no remake da Globo. O ator vive o prefeito de Itapetininga, que vai homenagear Zeca (Eduardo Sterblich).

A sequência se dá em razão da participação de Zeca na Revolução Constitucionalista de 1932. O marido de Olga (Maria Eduarda de Carvalho) teve uma atuação ferrenha na batalha, ao organizar e receber os alimentos que abasteciam as tropas paulistas. Por esta razão, o jovem será surpreendido pelo prefeito de Itapetininga, que o homenageia e o condecora como herói de guerra.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ele será, ainda, convidado para ser o braço direito do prefeito, que, alguns dias depois, se convidará para um jantar em sua casa. No jantar, Candoca (Camilla Amado) falará a noite inteira de sua galinha Filomena, que teria sido morta para que o jantar fosse servido. Olga se apresentará ainda mais sofisticada do que já tenta ser, com um linguajar e colocações de deixar Zeca encafifado. O prefeito, que já está de olho na esposa do seu braço direito, fica ainda mais encantado. E Zeca, por sua vez, não gosta nada do que vê.

Outras participações

Marcos Caruso é mais um ator da clássica versão do SBT de Éramos Seis a participar da refilmagem da obra. Antes dele, Othon Bastos já deu as caras no folhetim, vivendo o Padre Venâncio. Em 1994, Bastos viveu Julio, o patriarca dos Lemos, marido da Lola defendida por Irene Ravache. Outra participação que homenageia a novela anterior é a de Luciana Braga. A atriz deu vida à Isabel, a caçula dos Lemos no SBT; agora, ela vive Zulmira, que entrou em cena para dificultar a vida de sua antiga personagem, agora vivida por Giulia Buscaccio.

Éramos Seis é escrita por Angela Chaves, baseada na novela original escrita por Silvio de Abreu e Rubens Ewald Filho, livremente inspirada no livro de Maria José Dupré. A direção artística é de Carlos Araújo e a obra conta ainda no elenco com Gloria Pires, Ricardo Pereira, Simone Spoladore, Werner Schünemann, Mayana Neiva, Virgínia Rosa, entre outros.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais