Youtuber Antônia Fontenelle é indiciada por racismo e xenofobia

Ação é movida pela atriz mexicana Gisele Itié

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A youtuber Antônia Fontenelle foi indiciada pelos crimes de racismo e xenofobia, contra a atriz Giselle Itié, que é mexicana. “Volta para o seu país, é o melhor que você faz”, afirmou a loira nas redes sociais, de acordo com o site UOL.

A publicação explica que a reação da youtuber aconteceu após a artista revelar que foi vítima de assédio, aos 23 anos, por um diretor de novelas. Ela não mencionou o autor do ato. Mas foi o suficiente para a reação de Fontenelle.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ela se sentiu ofendida por, na mesma época, Gisele ter participado de uma produção dirigida por Marcos Paulo, seu ex-marido, morto em 2012. Se sentindo atacada, ela foi para a Justiça processar a youtuber.

De acordo com o colunista Ancelmo Goias, do jornal O Globo, Antônia Fontenelle “deseja fazer um acordo com o Ministério Público para não ser processada”, após ser ouvida pela delegada Marcia Noeli Barreto.

Gisele Itié em Belaventura (Munir Chatak / RecordTV)

A coluna explicou ainda que a youtuber afirmou não ter preconceito com o México, e até visita o país norte-americano em suas férias. Ela mencionou a cidade de Cancún para exemplificar o local onde gosta de estar por lá.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio