William Bonner e Renata Vasconcellos são intimados pela polícia

Âncoras do JN compareceriam à delegacia nesta quarta-feira

Publicado há um mês
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os apresentadores do Jornal Nacional, William Bonner e Renata Vasconcellos, foram intimados pela Polícia Civil do Rio de Janeiro para prestar depoimento sobre um suposto crime de desobediência a uma decisão judicial.

O caso tem a ver com a determinação, em setembro, da Justiça que proíbe a Globo de noticiar sobre a investigação das “rachadinhas” que, supostamente, ocorreriam no gabinete do deputado estadual, na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) e filho do presidente Jair Bolsonaro, Flávio Bolsonaro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Globo havia sido impedida de divulgar informações sigilosas sobre o caso, que também envolve o ex-assessor de Flávio, Fabrício Queiroz. Segundo o UOL, a defesa do filho do presidente entrou com notícia-crime junto à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática.

Isso porque acredita-se que houve “desobediência à decisão judicial sobre perda e suspensão de direito”. Com isso, Bonner deve comparecer, nesta quarta-feira (9), às 14h, e Renata às 14h30, na DRCI, no bairro de Benfica, no Rio de Janeiro, de acordo com a publicação.

Veja a intimação de Bonner

Intimação de William Bonner (Reprodução/UOL)
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio