Walcyr Carrasco fala sobre produção de novela: ”Fico conversando com os personagens”

Publicado há 4 anos
Por Fabio Augusto
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De volta ao horário nobre da Globo, Walcyr Carrasco será o próximo entrevistado do programa Ofício em Cena, da GloboNews, dia 4 de outubro (terça). O autor falará sobre a produção de suas novelas, sobretudo como se envolve emocionalmente com cada trama.

“Eu não acredito em autor que não tenha entrega emocional. Como eu vou querer que o público se emocione com uma cena se eu não me emocionei?”, disse à apresentadora Bianca Ramoneda.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além disso, Walcyr assume que além de não fazer escaleta (uma espécie de planejamento) de capítulos, só escreve de madrugada e até vira ”amigo” dos personagens.

“Os personagens são muito vivos para mim. Quando ele se torna bom, passa a falar com você, convivemos como se fôssemos amigos. Quando termino de escrever e ainda estou conversando com os personagens, seja a que horas for da madrugada, sento na poltrona, fumo meu charuto tranquilamente e penso nos capítulos. Você não consegue escrever um final que o personagem não queira”, garante.

O veterano também não deixa de comentar o fato de Verdades Secretas ter sido indicada ao Emmy como Melhor Novela. Para ele, foi a chance de trazer à tona seu lado jornalista para criar uma obra realista.

“Quando eu tive a ideia, já sabia da existência do tal “book rosa”, mas consegui cativar dois donos de agência para saber como funcionava o esquema de prostituição em agências de modelo”, assume o autor. “Soube até de quanto era comissão que eles pegavam”, completa.

Walcyr disse ainda como foi incluir a Cracolândia no projeto. O local, conhecido em São Paulo por ”abrigar” usuários de drogas, foi usado para as cenas da personagem Larissa, vivida por Grazi Massafera,  também indicada ao Emmy como Melhor Atriz.

“Há alguns anos um amigo meu, juiz, me perguntou se eu queria acompanhá-lo numa visita ao seu projeto na cracolândia. Passamos uma noite em meio ao horror. Foi tremendo conviver com aquilo. Eu não tinha nenhum projeto, só achei que era uma oportunidade de conhecer um lugar que eu nunca iria. Dois anos depois, fiz ‘Verdades Secretas’ e incluí a cracolândia”, revela.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio