NO VALE A PENA

Vilão das raquetadas, Dan Stulbach relembra o polêmico Marcos de Mulheres Apaixonadas: “As pessoas se afastam de mim na rua”

Ator também analisou o debate social da violência doméstica no país

Publicado em 29/06/2023

O ator Dan Stulbach, de 53 anos, relembrou o seu papel como Marcos na novela Mulheres Apaixonadas (2003), que atualmente está sendo reprisada no Vale a Pena Ver de Novo, na TV Globo. Em entrevista à jornalista Patrícia Kogut, o ator relatou que as pessoas tinham medo de se aproximarem dele na época da exibição original da trama e destacou a importância social do debate da violência doméstica promovida na história de Manoel Carlos.

“As pessoas se afastavam de mim na rua, não sentavam do meu lado no avião. Levei guarda-chuvada, bronca, tinha de tudo. Foi bem intenso. Se existisse redes sociais na época talvez eu corresse o risco de ser cancelado, porque as pessoas não me conheciam”, contou o artista.

Dan Stulbach também falou sobre a sua felicidade de interpretar um vilão que marcou a dramaturgia brasileira. “Me param o tempo todo. Mas hoje em dia essa abordagem é menos assustada, é mais uma parabenização pelo trabalho, sempre com carinho. E acontece bastante. Fiquei muito feliz com a repercussão, com o reconhecimento, com o alcance do personagem e com as possibilidades de trabalho que ele me abriu”, destacou.

Por fim, o ator analisou a importância da abordagem de Manoel Carlos sobre a violência doméstica que afeta milhares de mulheres em todo o país. “Criou-se uma lei por causa desse trabalho. Isso transcendeu a novela, melhoramos o país nesse sentido, trazendo à tona um assunto sobre o qual não se falava. Vamos ver como vai ser agora, porque infelizmente o Brasil ainda tem esse problema”, completou Dan Stulbach.

© 2024 Observatório da TV | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade