Vídeo de Boechat bomba após manifestações: “Revolta não é vandalismo”; assista

O jornalista virou assunto após protestos por causa da morte de homem negro em supermercado

Publicado há 14 dias
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Neste sábado (21), Ricardo Boechat, jornalista que faleceu em 2019, se tornou um dos assuntos mais comentados no Twitter. Um vídeo antigo no qual o jornalista fala o que considera vandalismo passou a ser compartilhado na rede social.

“Eu sou favorável a arranhar carro de autoridade, a jogar ovo, revolta, quebra-quebra, o c*ralho… ‘ah, mas isso é vandalismo’. Vandalismo é o cacete. Vandalismo é matar o meu filho dentro de um hospital público por falta de médico, remédio, enquanto o esquema de corrupção é esse que a gente cansa de ver dento dos hospitais”, diz o famoso.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Isso é vandalismo. Revolta não é vandalismo. Essa realidade vai mudar se a população tirar a bunda da cadeira, for para a rua, botar a boca no trombone, denunciar, se atacar, partir para o contra-ataque”, conclui o Boechat.

“Não sei sobre qual protesto o Boechat estava se referindo nesse comentário. Nem onde, nem quando, mas ao assisti-lo, a certeza que eu tive é que ele faz falta pra caramba. 2020 precisava de você, Boechat”, escreveu Isabela Leite, repórter da Globo News, ao compartilhar a gravação. Outros internautas também se manifestaram.

Vale lembrar que a morte de um homem negro num supermercado causou protestos recentes que resultaram em apedrejamento de vidraças e até incêndios em alguns estabelecimentos da empresa.

Veja:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio