Vice-presidente Mourão sobre homossexualidade no Exército: “Sempre houve, mas dentro da disciplina”

Publicado há um ano
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O vice-presidente da República, Antônio Hamilton Martins Mourão, foi o convidado de hoje (terça-feira, 16) do programa Conversa com Bial. Em conversa com o apresentador Pedro Bial, ele falou a respeito de temas polêmicos, como os casos de inclusão de pessoas transgêneros no Exército.

“É uma questão delicada. Transgênero só existe um caso ou dois, se houve. Homossexualidade sempre houve, agora, dentro da disciplina e da hierarquia”, explicou Mourão, que também é general da reserva do Exército Brasileiro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ele também falou sobre a admiração que compartilha com o presidente titular, Jair Bolsonaro, pelo Coronel Brilhante Ustra, considerado pela Justiça torturador durante o regime militar. “Foi um exemplo de soldado pra mim”, revelou o vice, acrescentando que não considera tal intervalo da história brasileira como uma ditadura, mas como um “período de presidentes militares”.

Ao abordar a Reforma da Previdência, Mourão mostrou-se satisfeito com o encaminhamento que a questão vem tendo. “Queríamos uma ótima, está saindo uma boa. Teremos que voltar a discutir o assunto, mas dentro dos seus limites e das pressões que sofreu, o Congresso fez a parte dele”, analisou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio