Vice-campeã do The Circle Brasil fala sobre isolamento: “Ninguém me ouvia”

Integrantes do reality desconheciam adversários na disputa

Publicado há 2 meses
Por Arthur Pazin
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No último mês de março, a Netflix estreou em seu catálogo, o The Circle Brasilversão brasileira do reality show que é sucesso garantido nos Estados Unidos e Reino Unido.

A atração tem o objetivo de testar a popularidade de seus participantes dentro de uma plataforma digital. Nove participantes disputam um prêmio de R$ 300 mil em total confinamento, cada um vivendo em um apartamento do mesmo prédio.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Diferente de formatos conhecidos por aqui, como BBB ou A Fazenda, os integrantes do programa não convivem em um único espaço físico, mas se comunicam por meio de uma espécie de rede social chamada de ‘Circle’.

A atração foi inteiramente gravada no segundo semestre de 2019. Na ocasião, os participantes ficaram confinados em um prédio de Manchester, na Inglaterra, por um mês inteiro e desconheciam seus adversários no jogo.

A experiência de isolamento foi algo que mexeu com os participantes. Em entrevista ao UOL, Ray (Rayssa Santos), vice-campeã do reality, falou sobre sua reação na época.

Eu fui considerada a pessoa que mais gritava e berrava dentro do prédio, e ninguém me ouvia”, disse a manaura de 22 anos, que contou também que fingiu ser solteira na disputa, além de confessar outros detalhes.

A gente não sabia qual era o andar dos outros. Quando eu saía do meu apartamento para a academia, a produção colocava uma venda nos meus olhos e tampões nos ouvidos. Não tinha contato algum com ninguém“, relatou a ex-confinada, que revelou ter sonhado que o programa contava com gêmeos em seu time de integrantes.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais